No dia 3 de outubro de 2002, entrava no ar nas tvs japonesas um anime que seria, para muitos, um dos maiores sucessos de todos os tempos: Naruto. A história do jovem cujo sonho é ser um ninja para poder alcançar o cargo de Hogake (uma espécie de chefe da vila onde mora), e que levou crianças, jovens e adultos de todo o planeta ao êxtase. Agora, 15 anos depois, Naruto continua sendo um anime revolucionário, mesmo com os seus mais de 700 episódios divididos em duas grandes sagas. Para comemorar o aniversário desta grande obra, serão apresentados alguns pontos que fazem ser Naruto um anime revolucionário.

História

Naruto é um jovem que cresceu sem os pais e, por algum motivo, era desprezado pelas pessoas da vila na qual morava. Por conta dessa relação conturbada, ele decidiu que iria se tornar Hokage (o cargo mais importante da vila). A partir disso, Naruto passaria a ser reconhecido pelas pessoas de onde reside, sem que haja mais olhares tortos para ele. Até aí, tudo bem. Uma história não muito genial. Contudo, ao decorrer do desenvolvimento do anime, este objetivo, na maioria das vezes, fica em segundo plano. E isso coloca o personagem em um eterno debate sobre suas ações. Naruto não passa apenas a lutar para ser Hokage, mas também precisa tentar trazer o amigo Sasuke Uchiha para o lado do bem, precisa proteger a vila e as pessoas que gostam, além de resolver seu dilema pessoal. Por conta de tantas metas e promessas dentro da vida do personagem, a história do anime acaba seguindo para vários caminhos que dão margens para mais arcos. No final, todos os pontos acabam convergindo em um ponto só: o objetivo de Naruto. Poucos animes conseguiram alinhar tão bem todos os objetivos de um personagem tão bem quanto  Naruto.

Lutas

Se há um anime com ótimas lutas, este é Naruto. Alguns animes muito longos acabam pecando na qualidade das lutas, que muitas vezes acabam sendo simples e bem rasas. Mas Naruto é diferente. Boa parte das lutas costumam ser bem feitas, com muitos em que exige muita inteligência e força dos personagens. Um exemplo foi na saga clássica do anime. A luta entre Rock Lee e Gaara entra para os anuais dos animes como uma das mais épicas. O combate foi muito bem produzido, com momentos que levam o espectador a ficar sem fôlego. Além disso, mostrou muita habilidade em combate dos personagens. Outras lutas também entram para o marco do anime, como Naruto x Gaara, Naruto x Sasuke, Shikamaru x Hidan, Naruto x Pain, entre outros combates. 

As cenas das lutas em Naruto seguem um roteiro muito parecido: combates com muitas reviravoltas, tendo muitos momentos em que se acredita que os bonzinhos realmente serão derrotados, muitas técnicas e muitas inteligência. Os personagens agem sempre com muita estratégias durante dos duelos. Dificilmente é uma luta em que só a força bruta encaminha a vitória.

Personagens

Diferentemente de alguns animes cujo personagem principal centraliza toda glória, em Naruto, a história é diferente. Naruto se destaca, sim, pelo seu protagonismo, até porque ele é o personagem principal da obra. Contudo, os personagens considerados coadjuvantes têm um destaque tão considerável quanto o próprio Naruto. Há muitos momentos do anime em que o jovem ninja acaba tendo um papel quase de coadjuvantes, como na luta entre Sakura e Sasori, por exemplo. Na própria prova Chunin, no início do anime, alguns personagens tiveram um destaque tão importante que Naruto acabou indo para a linha secundária. Além da valorização dos coadjuvantes, há também a construção da relação entre os personagens. Durante toda trama, os ninjas se tornam muito mais próximos, tendo em vista que um acaba completando o outro. Para que isso pudesse ocorrer, foi necessário dar o protagonismo a eles, como falado antes. Ao final da trama, todos os personagens terminam muito bem construídos, sabendo como pensa e agi cada um.

Um ponto extra

Um pequeno acréscimo a revolução de Naruto não é algo tão positivo assim. Os fillers foram um fato de muita reclamação entre os fins, principalmente porque eles foram inseridos na história no ápice dos principais arcos. Isso ajudou nas críticas negativas da obra. Ao final, ninguém aguentava mais assistir fillers. Este fator acabou servindo de alerta para outras darem uma diminuída na produção desses episódios que não acrescentam muito ao anime.

É fã de Naruto? Comente o que você mais gostou – ou não – em todo anime. Fale sobre algum momento marcante para você ao longo desses 15 anos de Naruto.