Cuidar da pele é sempre bom e preciso. E pensando nisso, a Woo! Magazine resolveu elucidar os quatro erros que mais cometemos a antes de começar uma bela maquiagem.

1: Deixar de cuidar da pele.

É bem fácil ficarmos impressionados com uma pele muito bem feita obtida através da maquiagem, ainda mais com tantos vídeos que vemos por aí, com várias transformações incríveis, onde uma pele bastante manchada, com acne ou qualquer outra imperfeição, torna-se uma tela impecável, lisa, iluminada e pronta para receber novas cores. É um trabalho admirável, porém, não se deve esquecer que nada disso basta se não cuidarmos da pele.

A maquiagem é ótima para esconder o cansaço e as imperfeições mas, se a pele não for bem cuidada, as bases e corretivos não vão funcionar tão bem por muito tempo. O rosto deve ser bem lavado com um sabonete próprio (jamais use o mesmo com que toma banho). Um esfoliante uma vez na semana para deixar a pele renovada e um bom hidratante, entre outros produtos que podem ser usados de acordo com sua idade e tipo de pele. Por falar nisso, vamos ao segundo erro;

2: Não usar produtos adequados para seu tipo de pele.

Sabemos que existem diferentes tipos de pele: Normal, que apresenta textura saudável, sem secura ou oleosidade e não tem muita tendência ao surgimento de imperfeições, como manchas, acnes, etc.; Seca, que possui aparência bastante opaca, mais propensa a problemas de descamação, vermelhidão e ao surgimento de linhas de expressão. Os poros são pouco visíveis. A pele oleosa já produz mais sebo que o normal e poros mais abertos, um convite ao aparecimento de cravos espinhas. A pele mista é aquela que apresenta oleosidade na famosa zona T (testa, nariz e queixo), com ressecamento nas outras áreas, também sujeita aos problemas de uma pele seca. Também há aquela pele extremamente sensível a vários fatores como o Sol, picada de insetos, frio e outros problemas.

Para cada um desses tipos de pele, existem produtos adequados, e é muito importante estar atento, pois, se usar um produto impróprio, além de não funcionar pode ser prejudicial. Principalmente se tiver a pele sensível. Por isso, procure se informar com o dermatologista, ler atentamente a embalagem do produto e seguir corretamente as instruções de uso.

3: Não limpar pincéis e esponjas.

Sim, bate aquela preguiça e é compreensível, mas é um cuidado indispensável que devemos ter com as ferramentas de maquiagem, seja você profissional (principalmente se for profissional) ou um apaixonado que faz sua própria make. É bom comprar um limpador de pincéis, porém, não dá para escapar do dia de lavar os pincéis. Com um pincel sujo você estará levando sujeira  e, consequentemente, bactérias, fungos e ácaros que vem de brinde com a falta de higiene, tudo para o seu rosto e para os seus produtos de maquiagem, que ficarão contaminados. Isso implica em poros entupidos, pele oleosa, espinhas, manchas e até sérias infecções. Não adianta lavar e tratar bem o rosto se não estiver com os pincéis limpos e higienizados.

4: Deixar de tirar a maquiagem antes de dormir.

Podemos dizer que isso faz parte do erro número um, que é deixar de cuidar da pele. É maravilhoso olhar no espelho e ver aquele rosto transformado com uma boa maquiagem e com certeza ela não foi feita para ficar em casa: Você vai sair e se divertir, seja em festa, balada ou qualquer programação boa que surgir para te tirar de casa e não desperdiçar aquela make caprichada. E, depois da diversão, você vai chegar em casa bem cansada e a preguiça vai querer te dominar, no entanto, não permita. Dormir maquiada é um erro muito grave. Assim como o uso de pincéis sujos, a maquiagem que “dorme” na sua pele entope seus poros e pode causar todos os problemas citados no item anterior e gradualmente só vai se agravando. A pele se desgasta, causa o envelhecimento precoce, os cílios podem ficar ressecados e quebradiços devido ao rímel. Procure usar um bom demaquilante e lavar o rosto com sabonete próprio.

Sua pele agradece.