Todas as séries têm aqueles personagens que se destacam mais que outros, que conquistam os nossos corações e que, sem eles, a história não teria o mesmo brilho. Muitas vezes esses personagens não são os protagonistas – ou não eram para ser – mas caem no gosto do público e se tornam as grandes estrelas da ficção. Aqui vai uma lista com 5 dessas figuras que caíram no gosto do público e marcaram suas gerações:

Seth Cohen (The O.C)

Não é de se negar que o inventor do Chrismukkah conquistou todos os fãs de “The O.C” de forma rápida e eficiente. O personagem (foto destacada), interpretado por Adam Brody, junto ao seu sarcasmo e jeito muito desastrado, foi e ainda é o queridinho de muitas pessoas que foram marcadas pela série adolescente do início dos anos 2000. A paixão platônica de Seth por Summer Roberts (Rachel Bilson) e o relacionamento que a dupla construiu foram, sem dúvidas, uns dos pontos mais altos do seriado ao longo dos anos em que ele esteve no ar. Algumas cenas do personagem se tornaram clássicas para os amantes de séries (como o beijo a lá Homem Aranha – com direito até a máscara) e as frases de Seth Cohen, sem dúvidas, marcaram uma geração.

Blair Waldorf (Gossip Girl)

Não há possibilidade de falar sobre personagens marcantes sem citar nossa querida Queen B (Leighton Meester). Desde a primeira temporada, a personagem conquistou seu lugar no coração dos fãs da série, com seu jeito determinado, inteligente, esnobe, controlador, protetor, sensível e… bom, Blair Waldorf de ser. Destaque na série – e não só pelo seu relacionamento épico com o lendário Chuck Bass – Blair foi uma das personagens que mais evoluiu e conquista a todos os espectadores quase que unanimemente. A protagonista imperfeita mais perfeita e querida de todos os tempos, essa é nossa B.

Stiles Stilinski (Teen Wolf)

A recém finalizada “Teen Wolf” pode não ser uma série vencedora de milhares de prêmios, mas tem vários pontos altos (e inúmeros fãs que simplesmente amam!). Entre eles, podemos destacar com iluminador, negrito, itálico e canetinhas coloridas o personagem do queridinho Dylan O’Brien, Stiles Stilinskli. Stiles é o braço direito do protagonista Scott McCall (interpretado por Tyler Posey) e, desde o primeiro episódio, marca presença e chama atenção junto ao seu jeep, que ele chama de Roscoe. Responsável pela maioria dos momentos cômicos, ele arranca boas risadas de quem assiste a série e sem dúvidas é um personagem muito forte e essencial. Curiosidade: Ele e Seth Cohen tem muito em comum!

Effy Stonem (Skins)

A Rainha do Tumblr pode não ser a favorita de TODOS os espectadores de “Skins”, mas sem dúvidas é a personagem que é a cara da série, a mais famosa e a preferida de muita gente. Presente em duas gerações e desde o primeiro episódio, Effy (Kaya Scodelario) é a irmã mais nova de Tony (personagem central da primeira geração e interpretado por Nicholas Hoult) e, com certeza, o trono do seriado britânico pertence aos irmãos Stonem. Sempre muito enigmática, intrigante, extremamente bonita e confusa, Effy possui uma história muito interessante, emocionante e trágica que aborda assuntos importantes e relevantes. Marcada pelo triângulo amoroso entre ela, Freddie e Cook, pela sua amizade com Pandora, pelo seu envolvimento com drogas e suas questões pessoais, a trajetória de Effy é intensa do início ao fim, cativando e marcando a vida dos fãs de Skins.

Chuck Bass (Gossip Girl)

Sim, Blair já foi citada, mas não há possibilidade de escrever uma lista dessas sem falarmos de Chuck Bass porque ele… é… Chuck Bass. Hands down o personagem de GG que mais brilhou por pura aceitação do público. Isso porque, nos livros, Chuck é um personagem bem secundário e não tem 1/10 da importância que ele tem na série. Ed Westwick interpretou Chuck e cada vez mais foi conquistando seu lugar e o coração do público com seu jeito charmoso, inteligente, manipulador, às vezes malvado e, depois de um tempo, apaixonado. Todo esse amor e carinho (e a torcida pelo queridinho casal Chair – Chuck e Blair) fez até com que Nate Archibald (Chace Crawford), protagonista da série de livros sem nenhuma competição, fosse um pouco ofuscado.

E então, qual desses marcou sua adolescência? Diga nos comentários e nos fale se esquecemos de alguém que encaixaria nessa nossa lista.