A fotografia de rua é uma categoria que vem em ascensão, principalmente quando falamos de redes sociais. Ela capta o presente, diante uma lente óptica espontânea que agrada aos olhos admiradores dos fotógrafos iniciantes e profissionais do mundo todo.

Diante às milhares selvas de pedra dos cinco continentes, estes incríveis profissionais registram um cenário urbano que traduz toda a realidade das grandes cidades através de contrastes, diagonais e belas formas de se enquadrar a regra dos terços. Também é uma inspiração para aqueles que acham que precisam de uma câmera profissional na mão para obter retratos de boa qualidade. É só preciso um celular e uma boa luz para estes caras construírem uma obra de arte diante o olhar.

  1. Marina Sersale

Incoming – Positano

A post shared by Marina Sersale (@eauditalie) on

Com imagens majoritariamente em preto e branco, Marina destaca a emoção dos personagens urbanos entre linhas e diagonais. Ela já é fotógrafa profissional a algum tempo, e obtém o instagram sempre ativo na mesma linhagem artística.

2. Richard Koci

Hatman Paris 3/3 #tiny_collective #alphacollective #paris

A post shared by Richard Koci Hernandez (@koci) on

Muitos retratos compõem seu feed, de maneira que nos retrata além do óbvio em uma cidade urbana. De uma maneira subjetiva, os cliques de Koci revelam os personagens que passam diariamente pelas ruas e trilhos das grandes cidades. A natureza viva de seus retratos nos passa muito bem o que é a vivência nos locais em que ele retrata.

3. Jasper Tejano

Taguig Philippines 2017 #Zenfone3Zoom

A post shared by Street Photography Studies (@jaspertejano) on

De uma maneira mais colorida que outros artistas no Instagram, Jasper também retrata a natureza em meio aos prédios. O céu e casais apaixonados fazem parte fielmente no seu feed e seus enquadramentos são impecáveis. Ele tem um nome e tanto e já pertence aos 30 melhores fotógrafos urbanos no mundo.

4. Libby Holmsen

Entre paisagens e traços de uma cultura diferente de sua vivência, Libby nos seus mais variados cliques se traduz em meio à cultura oriental, que é característica por traços Belle Èpoque, cores fortes e uma quase perfeição arquitetônica. Entre luz e sombras e contrastes entre cores tudo acaba em um resultado incrível dentro da tela do seu celular.

5. César Ovalle

A post shared by César Øvalle (@cesinha) on

Cesinha, paulista nato, transforma seu celular em uma Nikon de última geração. Retratando a cidade de São Paulo com ajuda da luz natural, seus contrastes e sombras valorizam em meio à paisagem característica e caótica de toda a metrópole. Se autofotografando e usando poças de água como espelhos, sua inovação artística é mais do que suficiente para uma simples página no Instagram, que acaba se tornando algo deslumbrante aos olhos.

6. Kato

A gastronomia urbana e os prédios de ponta cabeça se fazem sutis e dão desejo. Com sua grande experiência no ramo fotográfico, Kato divide com seus seguidores todas as suas belas artes em esculturas simples. Um like é pouco para satisfazer todo o poder de uma de suas fotografias, que vislumbra o olhar daquele menos desconhecido no ramo.

7. Fred Bandeira

A post shared by Fred Bandeira (@fredbandeira) on

O azul perfeito destoa diante as paisagens urbanas e naturais que carregam seu feed. Suas fotografias são verdadeiras aulas de controle de luz e tratamento de imagem, que resultam em algo magnifico e autoexplicativo.

Fred retrata muito campo, água, mas também o contraste da vivencia interurbana que é muito característica da sua experiência e  trabalho.

8. Alexandre Urch

As pessoas não identificadas e que dão margens para histórias interessantíssimas que ele fotografa, fazem do enquadramento de linhas uma das principais e mais belas regras sugestivas no meio óptico. Toda a tensão urbana e a experiência das crianças jogando bola no meio da rua são retratadas a partir das lentes deste belo fotógrafo que usa o Instagram como ferramenta para expor seu trabalho, elegantíssimo por sinal.

Por Julia Reis