Assim como visto em outras artes visuais – como o cinema e as histórias em quadrinhos – a televisão deixou de ser considerado uma máquina de corromper a inocência da juventude, para alcançar status de nova forma artística do séc. XXI. Nunca se discutiu tanto a TV e seu processo criativo. Para atender a demanda de fãs, profissionais e até estudiosos, diversos livros vêm sendo publicados sobre o tema. Abaixo, você encontra alguns destaques disponíveis nas livrarias brasileiras.

1001 Séries para ver Antes de Morrer, de Paul Condon (Org.)

Lançado em 2017 pela Sextante, o compêndio reúne uma seleção dos melhores programas exibidos nos últimos 70 anos, feita por diferentes especialistas na área. As produções de diferentes nacionalidades vão desde sucesso de público como “Friends”, a clássicos como “Star Trek” e as queridinhas da crítica especializada, como “True Detective”.  De brinde, a edição traz um prefácio escrito por Steven Moffat, showrunner de “Sherlock” e “Doctor Who”.

Seja para os fãs ou profissionais da área, o livro é uma verdadeira enciclopédia sobre o tema, repleta de uma quantidade invejável não só de informações técnicas, mas também curiosidades.

Na Sala dos Roteiristas, de Christina Kallas

Voltado tanto para roteiristas profissionais e amadores, “Na Sala dos Roteiristas”, da Zahar, faz um balanço da evolução da narrativa televisiva nos últimos 30 anos, ao mesmo tempo que traz entrevistas com profissionais por trás de séries como “Law &Order”, “Game of Thrones”, “Seinfeld”, “30 Rock”, entre outros.

Professora e roteirista de prestígio, a autora Christina Kallas consegue ir fundo nas nuances da profissão, sem soar arrogante para leigos e iniciantes. E acima de tudo, reforça o papel decisivo dos roteiristas – ainda invisíveis – para a efervescência criativa que a TV vive hoje.

101 Atrações de TV que sintonizaram o Brasil, de Patrícia Kogut

Atendendo ao público focado na produção nacional, o livro da jornalista  e especialista na área Patrícia Kogut, reconstrói o trajeto da televisão em terras brasileiras através de suas personalidades, como Assis Chateaubriand, Hebe Camargo e Lima Duarte, de novelas como “Beto Rockfeller”  e “Avenida Brasil”, além de programas humorísticos, jornalísticos, etc.

Publicado pela editora Estação Brasil, este livro é um lembrete da inventividade e apelo que marcam a TV brasileira desde de seu início até os dias de hoje.

A História Secreta de Twin Peaks + Twin Peaks (Arquivos e Memórias), de Mark Frost e Brad Dukes

Pouco antes do lançamento da terceira temporada, os fãs brasileiros de Twin Peaks tiveram a oportunidade de se aprofundar na mitologia da série com  “A História Secreta de Twin Peaks”, lançado pela Cia. Das Letras. Escrito por Mark Frost – roteirista que criou o programa ao lado do cineasta David Lynch – como uma espécie de dossiê confidencial, o livro contextualiza os bizarros acontecimentos da cidadezinha-título, mas sem tirar o charme do programa.

Já “Twin Peaks (Arquivos e Memórias)” reúne entrevistas com Lynch, Frost, o elenco de membros dos bastidores para dissecar o programa desde de seu nascimento até o fim de sua segunda temporada. Fã fervoroso do programa, o autor Brad Dukes tinha como objetivo inicial coletar conteúdo para seu site pessoal – até que se deu conta de que tinha informação suficiente para um livro.

Exibida nos anos 90, “Twin Peaks” é até hoje considerado um divisor de águas na TV americana. A história da investigação do assassinato de Laura Palmer merece destaque não apenas por fazer parte de uma primeira investida de profissionais da indústria do cinema na televisão, mas também pelo modo que se apropriou da linguagem de diferentes formatos – o procedural investigativo, o melodrama –, e os transformou em algo completamente inovador (e muitas vezes, até perturbador).

Breaking Bad: O Livro Oficial, de David Thomson

Ao longo de suas cinco temporadas, “Breaking Bad” não só acumulou uma base sólida de fãs, como conquistou um lugar de honra ao lado de produções revolucionárias como “Família Soprano”, “A Sete Palmos” e “Mad Men”. Quase dez anos após sua estreia, a Darkside traz ao Brasil um guia completo da série, fruto do minucioso trabalho do crítico de cinema e TV David Thomson,  com a supervisão do showrunner Vince Gillian.

Através de entrevistas, depoimentos, fotos inéditas, reproduções de material promocional, plantas-baixas dos cenários e locações, além de informações dos bastidores , “Breaking Bad: O Livro Oficial”  é um verdadeiro presente para todos que acompanharam fielmente a transformação do pacato professor de química Walter White em um insano traficante de drogas.

Homens Difíceis:  Os bastidores do processo criativo de Breaking Bad, Família Soprano, Mad Men e outras séries revolucionárias, de Brett Martin

Um dos primeiros livros sobre o tema a serem publicados por aqui, “Homens Difíceis” narra os bastidores das produções pertencentes ao que o autor chama de “primeira onda da terceira era de ouro da televisão americana”. Iniciada com “Família Soprano”, o período é marcado por figuras masculinas complexas e multifacetadas – na frente e por trás das câmeras.

O destaque do livro de Martin está não só no panorama histórico traçado e nos ricos detalhes do processo criativo televisivo, mas no modo como relaciona as produções e seus respectivos showrunners – o produtor/autor que se tornou símbolo da TV americana atual. Através do retrato de figuras como David Chase (“Família Soprano”), Alan Ball (“A Sete Palmos”) e  David Simon (“The Wire”), o autor destaca uma das principais características da safra de produções atuais: criar figuras que nos chocam, ao mesmo tempo que nos cativam.

Name That Show: 100 Illustrated T.V. Show Puzzles, de Paul Rogers

Mistura de livro com jogo, “Name That Show” desafia o leitor a identificar 100 diferentes programas de TV, a partir de cinco ilustrações de seus elementos mais conhecidos – ou nem tanto. Ainda sem tradução, o livro  lançado aqui pela Chronicle Books não exige conhecimento avançado de inglês – apenas uma boa memória fotográfica e uma bagagem televisiva considerável. Seja acompanhado ou sozinho, “Name That Show” garante muitas horas de diversão para qualquer aficionado por TV.

Curtiu a nossa lista? Tem mais algum livro para quem ama televisão que não citamos? Deixe nos comentários.