Em plena uma quinta feira chuvosa, daquela chuva insistente que não para de cair, o “Queremos! Tropical” se preparou para receber a dupla de youtubers/cantoras mais famosas do Brasil. “Anavitoria” esteve presente nessa última semana (quinta, dia 02/11) no Rio de Janeiro, para um show mais que gostoso na varanda do Vivo Rio. As meninas, que são consideradas uma verdadeira sensação na plataforma de streaming, conquistaram até o coração de Thiago Iorc e o produtor Felipe Simas após um cover da música “Um dia após o outro” de autoria do próprio Iorc. Os dois convidaram as cantoras para trabalharem juntos na gravação de um disco e, em seguida, Tiago tornou-se padrinho do duo que alavancou rapidamente no cenário musical arrebatando cada vez mais os brasileiros, esses de todas as idades, com um estilo irreverente que mistura um pouco de pop, MPB, sertanejo e outros toques, tudo preparado de forma diferenciada e minimalista, sem perder o jeitinho meigo e o bom humor que transborda simpatia.

O dia começou bonito, com um sol bastante evidente e um calor que já vinha dominando os cariocas há meses. Entretanto, no final da tarde, o tempo mudou completamente e em poucos minutos tudo ficou mais fresco e a chuva começou a cair incessantemente. O que poderia causar o fim de muitos shows e/ou eventos, tornou-se um atrativo a mais para uma noite bastante convidativa que começou sendo aquecida pelo “DJ Beto Artista”A dupla adentrou a “pequena” varanda do Vivo Rio com 40 minutos de atraso, o que acabou sendo bom para muita gente que chegou atrasada devido ao caótico trânsito da cidade maravilhosa. Com muita simplicidade, as meninas de Araguaína no Tocantins esbanjaram um sorriso no rosto e garantiram que teríamos um show intismista, porém inesquecível. Contagiadas por um público aceso repleto de adolescentes, mas poucos casais (diferente do que muitos possam imaginar, uma vez que o show tem uma pegada romântica), elas não se deixaram abalar pelos pingos furtivos que cismavam em entrar pelas laterais da varanda. Em meio a dança do jogo de luzes escolhido para ocasião e a fumaça que surgia do fundo, a gritaria do público misturava-se com as vozes das cantoras que entoaram, logo de cara, um Pot-pourri dos sucessos “Coração Carnaval” e “Dengo”.

Foto: Ricardo Matsukawa – Divulgação

Produzido pelo “Queremos Tropical”, o show trouxe a irreverência do projeto que já abraçou, somente esse ano, dois sucessos empoderados: a potência de “Liniker & Os Caramelows” e a  impactante “karol Conka”. Além desses, a produção ainda vai contar com a graciosidade da “diva do carimbó”Dona Onete, que se apresenta no próximo dia 16 de fevereiro com direito a participação de Felipe Cordeiro. – Bastante diferente dos dois primeiros, o Show de “Anavitória” não demonstrou nenhuma luta ou causa específica, suas músicas falam mais sobre amor e as descobertas da vida. Algo que não desmerece nem por um segundo o trabalho das tocantinenses que já somam mais de 5 milhões de views em seus vídeos disponibilizados na internet.

Extravasando vigor e uma alegria que comprova a gratidão da dupla em relação ao sucesso atingido e aos fãs apaixonados que as acompanham, elas continuaram o show com uma música que mesmo simples se encaixa entre uma das melhores do álbum. “Chamego meu”, traz um tipo de sertanejo pop (leia-se: “pop rural”, como elas gostam de chamar) e recupera a boa e velha “moda” de um jeito mais contemporâneo, agitado, com uma letra significativa e tocante que foi acompanhada em unissono por um público seduzido pela intensidade das meninas. “Trevo”, canção originalmente cantada por elas e Thiago Iorc, veio logo em seguida e mostrou a forte ligação das cantoras o público cativo presente.

Embalando um dos momentos mais românticos da noite, fomos presenteados por “Cor de Marte” e “Singular”, que aproximaram ainda mais as pessoas do palco e os casais que começaram a se abraçar. Em poucos minutos uma tranquilidade tomou conta do show, deixando o ambiente mais leve, o ar lúdico foi dando espaço para a nostalgia quando a dupla começou a cantar o clássico de Almir Sater “Tocando em frente” e, de certa forma, era possível esquecer todos os nossos problemas e deixar, nem que fosse por alguns minutos, a paz entrar no peito e tomar conta de nossas vidas.

“Amor 2 em 1”, “Barquinho de papel” e “Tua” deram sequência ao lirismo existente nas composições do duo. Um momento de verdadeira poesia, capaz de nos levar a refletir sobre a vida e o que é realmente importante para cada um de nós. E é nesse instante que o lado sonhador de todos os presentes desperta sem medo. Difícil é não deixar a imaginação fluir, abraçar quem ama ou não pensar em quem gostaria que estivesse ali, ao seu lado.

Ao som de palmas “Talvez A Deus” já anunciava que o fim do show estava próximo, mas a animação da platéia era muita para deixar aquela vivacidade cair. Em um ritmo frenético, o show teve uma reviravolta e a leveza logo deu espaço para uma agitação completa que continuou com “Cores” e fez com que todos dançassem e cantassem como se fossem outras pessoas que acabaram de chegar ao local. Quando os primeiros acordes de “Nós” ecoaram pelo espaço, a melancolia voltou a se instalar mas, dessa vez, sem perder a euforia que vinha das canções anteriores.

Ao fim, emocionadas, as duas agradeceram o público presente na varanda do Vivo Rio e disseram que estavam indo embora para casa com o coração preenchido, esbanjando novamente o sorriso largo e certa timidez que já se tornou uma espécie de marca registrada da dupla. “Agora eu quero ir” finalizou com muito amor o show, caindo perfeitamente para o momento de despedida. Com muito charme, Ana e Vitória deixaram o palco cumprindo o prometido, elas realmente nos proporcionaram um show inesquecível.

Foto: Juliana Kneipp – Divulgação

E quanto ao público? mesmo esse não ganhando o bis que pediram enlouquecidamente, era possível ver a felicidade estampada no rosto de todos que nem se importaram com a chuva que insistia em cair lá fora.

Confira abaixo parte da setlist no Spotify. Se quiser saber mais sobre as cantoras você pode acompanha-las através da página oficial no Facebook ou a Fanpage Anavitória Brasil, que se dedica exclusivamente a divulgação sobre o trabalho da dupla.