Inspirado na obra do inglês Antony Penrose, peça premiada narra o encontro de um menino com o grande gênio da arte do século 20. A entrada é gratuita.

A CAIXA Cultural Rio de Janeiro apresenta, nos dias 5, 6, 12 e 13 de novembro (sábados e domingos), a premiada peça infantil O menino que mordeu Picasso, livremente inspirada no livro homônimo do escritor inglês Antony Penrose. Escrito e dirigido por Marcelo Romagnoli, o espetáculo narra a história de um menino que passa a frequentar o ateliê de Pablo Picasso (1881-1973), um dos mais importantes artistas do século 20, acompanhando sua forma de pensar e de pintar. O projeto tem patrocínio da Caixa Econômica Federal e Governo Federal.

No elenco estão Fábio Espósito, ator com 20 anos de trajetória que tem passagem pelo Cirque Du Soleil, e Rodrigo Pavon, que veio do grupo paulistano Club Noir. A peça transporta o público para o ateliê de Picasso, em Cannes, na França, no ano de 1956. A relação do menino com o grande artista é o pano de fundo da trama, que fala sobre a grandeza e a pureza de ser criança. A essência da montagem pode ser resumida com uma citação do próprio Picasso:

“Passei a vida tentando aprender a pintar como uma criança”.

O menino que mordeu Picasso recebeu prêmio da Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA) e o Prêmio Femsa de Teatro, ambos na categoria Melhor Ator, para Fábio Espósito. O cenário, assinado por Marisa Bentivegna, traz um grande jogo de cores como o universo do pintor. As máscaras usadas em cena foram criadas por Maria Cristina Marconi, inspiradas em esculturas de Picasso. E os figurinos, todos pintados à mão, levam a assinatura de Fábio Namatame.

A trilha sonora original é de Morris Picciotto, que brinca com os timbres de desenho animado. Em algumas cenas, sonoridades espanholas são misturadas com composições clássicas da vanguarda da época, como Igor Stravinsky.

Durante a temporada na CAIXA Cultural Rio de Janeiro, será realizado um bate-papo com os atores, ao final de cada apresentação. Além das sessões gratuitas abertas ao público, também serão realizadas duas fechadas para agendamento de escolas públicas, nos dias 10 e 11 de novembro de 2016 (quinta e sexta-feira).

O espetáculo já passou por São Paulo (capital e interior), Curitiba, Salvador e Fortaleza, sempre com enorme sucesso, e agora estreia no Rio. Confira nossa agenda.

Agenda