Stella McCartney, filha do roqueiro Paul MacCartney, é uma das maiores estilistas do mundo hoje. Substitui ninguém menos que Karl Lagerfeld quando ele saiu da Chloé e já até desenhou os uniformes da seleção inglesa de futebol em 2012. Mas sempre trilhou seu caminho longe da sombra do pai, tanto é que quando o ex-beatle resolveu ter uma coleção de roupas inspiradas na banda, ao contrário do que muitos esperavam, ele não escolheu a etiqueta da filha e sim a “Alice + Olivia”, marca queridinha do instagram.

A banda que mais vendeu discos na história da música jamais havia criado produtos com alguma marca. A label da norte-americana Stacey Bendet foi a primeira a fazer esse collab histórico. A coleção será lançada hoje, no mesmo dia da première do documentário “The Beatles: Eight Days a Week: The Touring Years”.

Entre saias, jaquetas, bolsas e vestidos, todas as peças são inspiradas na moda dos anos 60, com direito a um vestido curto e reto bem ao estilo Twiggy com uma ilustração do rosto dos 4 músicos bem ao estilo Andy Warhol. Apesar de serem inspiradas nos anos da beatlemania, todas as roupas parecem ter sido pensadas para as consumidoras dos anos 2010’s: jaquetas bomber e bolsas clutch brilhantes e cheias de apliques, e camisetas com frases como “Here comes the sun”. Serão ao todo 15 itens com preços que variam entre U$ 195 e U$ 1 295. As peças já estão disponíveis para pré-venda, mas só chegarão às lojas no dia 25 deste mês.


“Estamos em um momento em que o mundo precisa vir junto”, disse Bendet em referência à música “Come together”. “As músicas dos Beatles, suas letras, sempre me inspiraram, é uma honra fazer esta collab”, disse a estilista.


Apesar de esta ser a primeira parceria formal entre a banda e uma marca fashion, já houve dezenas de coleções inspiradas no estilo e nas músicas dos garotos de Liverpool. A Comme de Garçons da última homenageada do MET Ball, Rei Kawakubo, por exemplo, já teve, em 2010, uma coleção em parceira com a Apple Corps., empresa que gerencia os direitos dos Beatles. Neste mesmo ano a brasileira Lore criou uma coleção inteira inspirada somente na canção “All you need is love”.

Muito mais do que inspirar coleções e marcas, os Beatles foram responsáveis por popularizar e até lançar algumas tendências. No fim dos anos 50 Paul, John, Ringo e George eram fortemente influenciados pelo rock de Elvis e por todo seu estilo. Quando Brian Epstein, empresário britânico, fez sua proposta comercial para gerir aos Beatles, ele sugeriu uma mudança radical de comportamento e figurino: passaram a chamar mais atenção com um look mais clássico e, digamos assim, mais bem-comportado.


O corte de cabelo, chamado de “mop-top”, por lembrar um esfregão, foi uma tendência avassaladora. Tão avassaladora que foi proibido na União Soviética por ser considerado um corte rebelde. O cabelo dos Beatles, comumente referenciados como os cabeludos, foram tendência ao longo das décadas: à medida em que foram abandonando o look de bons moços seus cabelos e bigodes foram crescendo, e o de seus fãs também.

Mas ainda no início dos anos 60, o alfaiate da banda, Douglas Millings, inspirado pelo “Collarless Jacket” de Pierre Cardin criou um terno sem colarinho nem lapela. Uma peça que se tornou uma referência da alfaiataria masculina daquela década.

Outra febre dos anos 1960 lançada pelos Beatles foram os calçados que ficaram conhecidos como “Beatle-boots”: o empresário do grupo encomendou alguns pares dos tradicionais chelsea boots só que modificados com cuban-heels e bicos mais finos. Bastou que os garotos usassem aquelas botas feitas pelo Anello & Davide para que elas virassem um sucesso.

Já em Stg, Peppers, os Beatles ajudaram a disseminar a tendência que ficaria conhecida como “Peacock Style”, roupas mais coloridas e floridas em que os limites entre feminino e masculino eram bem menos demarcados.

Por fim, um acessório que ficou eternizado por causa dos Beatles foi os óculos “tesahades”. Trata-se dos óculos que até hoje são reproduzidos e imitados e que são mais conhecidos somente pelo nome de óculos de Lennon.

Além de uma influência ímpar na música, os garotos de Liverpool e seu estilo único influenciam o mundo da moda até hoje. E ao que parece, a moda ainda continuará durante muito tempo sob efeito da beatlemania.