O lançamento do 10º volume do mangá “Blade – A Lâmina do Imortal”, de Hiroaki Samura, pela editora JBC, marca um momento histórico para o título no Brasil. Iniciando uma fase inédita na saga criada pelo mangaká Hiroaki Samura, a publicação estreia um dos arcos de maior tensão e com muitas surpresas pelos caminhos de Manji, o ronin imortal.

Publicado no Japão pela revista Afternoon, da editora Kodansha, entre junho de 1993 e dezembro de 2012, Blade logo fez sucesso e passou a ser cultuado em todo mundo. O mangá chegou a ser foi publicado apenas parcialmente no Brasil há 13 anos. Mas, desde 2015, a Editora JBC conseguiu os direitos do título e trouxe de volta a história do ronin da era Tokugawa em um novo formato, juntando dois volumes em um, e que será completo em 15 volumes.

Enquanto, no Brasil, o mangá entra em sua fase inédita, no Japão, Blade ganhou uma versão para as telonas em live-action com produção da Warner Bros. No filme, quem interpreta Manji é o ator Takuya Kimura, estrela do filme Yamato–Patrulha Estelar (2010), e conhecido como integrante da banda SMAP.

Sobre Blade

Blade é ambientado no Japão Feudal, na metade da era Tokugawa (meados de 1780). Um ronin, de nome Manji, é contratado para matar aqueles que não pagassem impostos. Porém, ao perceber que estava matando inocentes, ele se revolta e mata o contratante e todos os seus 99 guarda-costas. Na luta, Manji fica gravemente ferido e recebe os cuidados de uma monja, que acaba lhe concedendo o “o elixir da imortalidade”. Acontece que não era bem o que ele queria e agora Manji terá que descobrir como recuperar seu “direito de morrer”.

Ficha Técnica

Blade – A Lâmina do Imortal #10
Páginas: 440
Formato: 13,5 x 20,5 cm
Periodicidade: Bimestral
Lançamento em livrarias e lojas especializadas
ISBN: 978-85-457-0295-5
Classificação etária: 16 anos