Minha carne é de carnaval e o meu coração é igual. Como já diziam os inesquecíveis novos baianos, o carnaval é a época em que os corações polvorosos vão às ruas espalhar agitação, fantasias e muita purpurina. Apesar de alguns não serem tão chegados a um tumulto e ao calor do verão brasileiro, existem blocos para todos os gostos e desgostos.

O Rio de Janeiro é um dos destinos mais procurados e visitados por turistas nessa época do ano. Além dos blocos e festas em diversos lugares da cidade, o visual das praias e a energia da cidade atrai quem procura euforia. Mas para quem não conhece o Rio ou quem conhece e quer saber um pouco sobre algumas dicas de blocos, aí vão algumas:

No sábado, dia 25 de fevereiro, a programação começa cedo, às 8h com o imperdível bloco “Céu na Terra”. Subir as ladeiras de Santa Teresa a pé soa um tanto quanto assustador, mas é uma das melhores formas de chegar ao local, pois os carros não conseguem passar direito nas ruas apertadas e estacionamento é algo difícil de achar lá em cima. De qualquer forma, o exercício vale a pena ao passear pelas casinhas encantadoras do bairro. Para os amantes de fantasias, esse é o seu lugar. A galera se produz com muito capricho e é raro ver pessoas com chapeuzinho de marca de cerveja.  O “Céu na Terra” é um bloco em movimento e toca diversas marchinhas famosas.

Foto: Divulgação / Santa Teresa é palco do divertido e colorido bloco Céu na Terra.

No domingo, dia 26, a praça XV é cenário do “Cordão do Boitatá”. Com início às 9h, o bloco é considerado um dos mais coloridos do carnaval e também é considerada um espaço para desfilar com fantasias super produzidas.

Foto: Divulgação/ O cordão do Boitatá também é uma ótima escolha para os amantes das fantasias produzidas.

O “Bangalafumenga” também é uma opção para a folia da manhã do domingo. O bloco começa às 10h e acontece no Aterro do Flamengo, entre a Marina da Glória e o Museu de Arte Moderna (MAM). Como a banda fica parada, é um bloco mais fácil de se locomover. Composto musicalmente por muitos ritmos, eles tocam do maracatu à ciranda e é liderada pelo compositor Rodrigo Maranhão, responsável por escrever músicas para artistas como “Zélia Duncan” e “Maria Rita”.

Foto: Divulgação/ A mistura de ritmos é o que atrai os foliões para o Bangalafumenga.

Na segunda-feira, dia 27 de fevereiro, o Aterro do Flamengo é palco de uma releitura especial de uma das maiores bandas da história: os “Beatles”. Com novo horário, às 10h, o bloco “Sargento Pimenta” traz milhares de pessoas para os jardins do Aterro. É um bloco parado e como é um lugar aberto, costuma ser muito quente quando o sol está forte. Esse é um bloco que atrai desde famílias, a adultos e jovens que guardam um pouco da cultura beatlemaníaca no coração. Rock and roll no carnaval também é possível.

Foto: Divulgação/ Os beatlemaníacos também curtem carnaval.

Dizem que o melhor vem por último e no carnaval não é diferente. Na terça-feira, dia 28, mais uma vez o Aterro do Flamengo atrai os foliões para a estonteante “Orquestra Voadora”. O bloco acontece na altura da praça Luis de Camões e começa às 15h (um descanso para quem gosta de acordar tarde). A Orquestra Voadora é composta por uma banda de metais, com pessoas fantasiadas em pernas-de-pau e muita beleza. É realmente mágico e imperdível.

Foto: Divulgação/ Uma das atrações mais bonitas da Orquestra Voadora são as pessoas nas pernas-de-pau.

Uma lista equilibrada e sem exageros para curtir o carnaval com paz, amor e muito glitter.

Procurando dicas de moda e maquiagem pro seu carnaval? Fique de olho nas nossas colunas Make e Asas e The Fashion.

Para curtir o carnaval de outra maneira, acompanhe o nosso Trilhando, com dicas e roteiros de viagem pra quem não é muito fã dessa folia.

E se você quiser ver suas fantasias aqui na Woo!, basta usar as nossas tags #carnawoo e #wootd. Assim, você divide sua folia com a gente e com os nossos leitores!