Você passeia de carro com seu cachorro? Entenda a importância do cinto de segurança para cães.

O seu cachorro é do tipo que adora passear de carro? Pois saiba que os humanos não são os únicos que devem usar cinto de segurança. Os cães também.

Imagine, numa colisão de 50 km/h, um animal de 10Kg se projetado pra frente irá pesar o equivalente a 250 kg! Outra pesquisa mostrou que a maior parte dos entrevistados costuma tirar a mão do volante enquanto dirige para fazer carinho no seu animalzinho de estimação. Então imagine o risco que se está correndo.

Existem diferentes modelos de cinto de segurança para cães, mas o quesito mais importante é que seja do tipo peitoral. Se o cinto for preso apenas na coleira do cão, numa eventual manobra mais brusca pode estrangular o animal.

O Cinto de Segurança Duki Rac é 2 em 1, pois além de Cinto de Segurança, também é um Peitoral. Foi desenvolvido de forma a distribuir a massa corpórea do cão em caso de freada brusca do carro, minimizando o impacto e protegendo de ferimentos graves. É 100% ajustável e garante comodidade em qualquer posição, mantenha seu cão seguro durante as viagens e preso no banco de trás, evitando possíveis acidentes e multas.

Outra dica importante é manter o cão no banco traseiro para evitar distrações ao motorista. Também evite de abrir a janela demais para não correr o risco do seu cachorro pular fora.

Então, quando for passear de carro com o seu cachorro, tome cuidado, respeite as leis de trânsito e não esqueça do cinto de segurança!

Essa matéria é um oferecimento da nossa parceira Petiko. Se você gostou, leia mais na coluna Animaland. E se você tem um pet, não deixe de conhecer o Box do bem.