Dia 13 de julho, dia mundial do rock. Uma data que todo fã desse estilo musical lembra com muito carinho e alegria. Em 13 de julho de 1985 ocorreu um evento chamado Live Aid, que aconteceu simultaneamente em Londres e na Filadélfia e tinha como objetivo principal arrecadar fundos para a população da Etiópia que na época passava por um período crítico de fome.

Entre as atrações estavam grandes astros do rock, como: The Who, Status Quo, Led Zeppelin, Dire Straits, Queen, David Bowie,  Mick Jagger, Sting, Scorpions, U2, Paul McCartney, Phil Collins, Eric Clapton e Black Sabbath. Os shows foram transmitidos por emissoras em diversos países e foi um marco para a história do rock. Mas apenas o Brasil comemora essa data. Na década de 90 algumas rádios começaram a lembrar deste dia tão importante e aos poucos o dia 13 de julho foi intitulado como o Dia Mundial do Rock no país.

Mas apesar da data ser celebrada apenas em terra nacional, existem destinos ao redor do mundo para se visitar como forma de lembrar do rock ‘n roll e celebrar grandes nomes deste estilo musical. No Brasil temos Brasília, na Inglaterra tem Liverpool, na Irlanda há Dublin, nos Estados Unidos existem Seatle e Memphis, entre outros. São lugares onde astros do rock fizeram carreira, começaram a tocar os primeiros acordes, fizeram grandes apresentações, usaram o cenário como capa de álbum, viveram e morreram, são destinos únicos para os verdadeiros fãs de rock e o tempo todo turistas vão a esses destinos em busca da história do rock.

Memphis

A maior cidade do estado de Tenesse nos Estados Unidos reúne muitas atrações musicais, mas ser conhecida como destino para os amantes do rock é principalmente pelo fato de ser a cidade natal de Elvis Presley. A casa do cantor se tornou um museu e recebe milhares de visitantes. Além desse museu também há outros importantes para os roqueiros, entre os quais estão o Sun Studio, que é o estúdio onde dizem ter nascido do o rock ‘n roll, o Memphis Rock ‘n’ Soul Museum, que conta toda a história musical da cidade, e a fábrica de guitarras Gibson, que possui um tour guiado mostrando como são fabricadas as melhores guitarras do mundo. Claro que a cidade também conta com outras atrações ligadas a música, não só ao rock, mas ao soul também, que teve extrema importância para o surgimento do rock.

Liverpool

A cidade operária localizada na Inglaterra tem muita história para contar, mas se você é fã de rock e principalmente dos Beatles, sabe porque esse destino é tão importante. Foi em Liverpool que Paul Mc Cartney e Jonh Lennon viveram e deram início a uma das maiores bandas de rock do mundo. Entre os lugares a serem visitados pelos fãs estão as casas onde McCartney e Lennon foram criados e compuseram as primeiras músicas da banda. Os lugares permanecem em boas condições graças a uma organização voltada para isso. Existe também o Magical Mystery Tour que é uma viagem de cerca de duas horas por lugares onde os Beatles fizeram fama, como Penny Lane e os famosos Strawberry Fields, citados em uma de suas músicas. Além disso há o The Beatles Story Experience que é um museu que mostra toda a carreira da banda e os bares Cavern e Casbah Coffee Club que contam histórias sobre o início da carreira dos Beatles e o rock nos anos 60.

Bethel

Talvez muitas pessoas não lembrem que lugar é esse, mas é um dos mais importantes do rock mundial, pois lá foi realizado o festival de Woodstock. Em agosto de 1969 aconteceu o maior festival de rock do mundo, que recebeu cerca de 400 mil pessoas e contou com atrações como Janis Joplin, Jimi Hendrix, The Who, entre outros. O festival durou três dias e tinha como objetivo lembrar da paz mundial na época da Guerra do Vietnã. Atualmente existe o museu Bethel Woods, que conta com eventos e exposições sobre o festival.

Dublin

Falar da capital da Irlanda é lembrar automaticamente do U2. A banda de rock irlandesa que em breve estará no Brasil com a turnê de comemoração aos 30 anos do álbum The Joshua Tree, fez toda a sua história no país de origem e existem muitos lugares que os fãs podem visitar para conhecer um pouco mais da história deles. Tem a escola onde Larry colocou um aviso no mural procurando pessoas para formar uma banda, as casa onde os quatro membros passaram suas infâncias e adolescências, a loja para aparelhos de surdez Bonavox que serviu de inspiração para o nome artístico do vocalista Bono Vox, cujo nome real é Paul Hewson, bares e lanchonetes que os astros frequentam até hoje, as suas atuais casas, museus, estúdios e lojas que os homenageiam, entre outros. É a cidade onde surgiu uma das maiores bandas de rock da atualidade, não tem como não pensar em Dublin no dia mundial do rock.

Seattle

A cidade localizada no estado de Washington não é apenas o lugar onde o estilo grunge surgiu, mas é também a cidade natal de um dos maiores guitarristas do mundo, Jimi Hendrix. Os fãs poderão visitar a casa em que ele passou sua infância, a escola onde estudou e o local onde foi enterrado. Existe também uma galeria com fotos, itens pessoais, guitarras destruídas em shows, entre outros. E Seatle não está no mapa do rock apenas por causa de Hendrix, mas também porque foi onde surgiu o movimento grunge com as bandas Nirvana, Pearl Jam, Soundgarden e Alice in Chains.

No museu Experience Music Project toda a história do rock na cidade é contada, desde Jimi Hendrix até os dias atuais, focando principalmente no grunge. O Seattle Center International Fountain, que é uma moderna fonte de água, também é muito visitado pelos fãs, pois foi o local em que Courtney Love, esposa de Kurt Cobain, leu a carta de suicídio do marido aos fãs, e onde também os fãs fizeram uma vigília após descobrirem a morte de Layne Staley, vocalista do Alice in Chains.

Brasília

Sim, no Brasil também existe um cenário de rock que os fãs devem conhecer. Na década de 80 surgia o movimento punk no país e isso aconteceu na capital brasileira. A famosa “Turma da Colina” tinha membros das bandas Legião Urbana, Plebe Rude e Capital Inicial. Todo o movimento se deu a partir de Renato Russo e os irmãos Fê e Flávio Lemos a frente da banda Aborto Elétrico. Os fãs sempre visitam o Lote 14 na Ceilândia por causa da música Faroeste Cabloco e o Parque da Cidade devido a letra de Eduardo e Mônica. Além é claro de locais onde os músicos se encontravam e tocavam, como o estacionamento da lanchonete Food’s, o bar do Centro Comercial Cine São Francisco, o Teatro Rolla Pedra, o teatro da Associação Brasileira de Odontologia, entre outros.

Não existe nada melhor do que juntar viagem e música, principalmente se for história e rock. O mundo tem muito a oferecer aos fãs de rock e destinos únicos é o que não faltam. Você pode fazer um tour pela Europa ou pelos Estados Unidos. Mas não precisa ir tão longe, pode ficar pelo país mesmo. O importante é apreciar lugares importantes para um dos estilos musicais mais ecléticos, conhecidos e apreciados mundialmente. Então planeje sua viagem e muito rock ‘n roll para você!