O grupo de dança, que tem 28 anos de história, foi selecionada no programa Performing Arts, representado pela Qualité Turismo no Brasil

Ser estrela em uma apresentação na Disney é um sonho não tão distante para os bailarinos da “Corpus Cia de Dança”, de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, que embarcam no dia 10 de junho para Orlando. A escola foi selecionada no programa Disney Performing Arts, representado pela Qualité Turismo no Brasil e que leva artistas brasileiros para se apresentarem nos palcos da Disney.

A diretora da Corpus, Margit Kolling, conta como está a expectativa para a apresentação:

“É um orgulho e alegria poder participar do Disney Performing Arts! Uma grande oportunidade para nosso elenco como experiência profissional e de vida. Poder dançar nos palcos da Disney, conhecer os bastidores e participar de workshops com profissionais do local, com certeza será um marco na trajetória da Corpus e na vida de todo elenco. É maravilhoso e único experienciar novas possibilidades, num local mágico onde sonhos se tornam realidade: a Disney!”.

A Corpus Cia de Dança subirá no palco com 17 bailarinos e fará uma homenagem a uma das grandes personalidades da música brasileira com o espetáculo “Dançando Tim Maia”. A expectativa vai além dos bailarinos: “Sabemos que grandes desafios estimulam o coração e a alma, e que ajudam a expandir o nosso crescimento. E com certeza é uma oportunidade para aprender, trocar, conhecer e viver experiências magníficas. Todo elenco e familiares estão felizes e orgulhosos, e sabemos que o atendimento, qualidade e organização da Qualité, fazem toda a diferença num momento mágico e de grande expectativa como este”, explica Margit.

Além de se apresentar no palco da Disney Springs, em Orlando/EUA, a escola participará de dois “workshops”, audição e seminário sob a orientação de profissionais especializados do complexo Disney World. “As bailarinas, além de estudar, irão experimentar a vida de um artista/bailarino da Disney, em uma atmosfera construtiva e divertida”, explica Fabiana Carvalho, diretora da Qualité Turismo.

Sobre o Disney Performing Arts

Os bailarinos das escolas aprovadas para participar Performing Arts – no caso do Brasil a maioria entre 10 a 18 anos, apesar de não haver restrição de idade, adultos são muito bem-vindos – têm a chance de vivenciar a experiência de ser um artista da Disney. A empresa abre a pauta do palco principal do Disney Springs para que escolas do mundo inteiro possam dançar de 15 a 30 minutos. Em contrapartida, oferece workshops com os coreógrafos dos musicais. “Eles ficam nos hotéis Disney, vão nos parques e presenciam in loco o que aprenderam na sala de aula. Por exemplo, aprendem no workshop uma coreografia do rei Leao, depois a assistirão no musical apresentado no Animal Kingdom”, conta Fabiana.

Em quatro anos, a Qualité já levou para o palco Disney mais de 20 escolas, desde corpos de baile de academias renomadas no cenário nacional, da Academia de Dança Vera Passos de Fortaleza – Ceará a Cia Livre de Dança da Comunidade da Rocinha do Rio de Janeiro.

Qualité Turismo

Com dez anos de atuação no mercado, a Qualité Turismo é uma empresa sediada na cidade do Rio de Janeiro que se diferencia do mercado por oferecer atendimento personalizado. Especializada em intercâmbio cultural e educacional, além da expertise em lazer e negócios, a Qualité  trabalha para transformar o sonho de seus clientes em realidade tendo como seu principal compromisso a qualidade.