O espetáculo vai além de uma desculpa para colocar em cena músicas brasileiras de um cantor e compositor já consagrado. Muito menos se apega aos formatos que costumamos ver em muitas peças infantis, onde príncipes e princesas, ou personagens de desenhos animados são colocados em cena para entreter a criançada dando momentos de relaxamento para os pais.

No palco temos a história de Milton que ainda bebê se torna órfão e tem seus cuidados entregue às mãos amorosas da avó. Esta, que nos traz a imagem de uma mulher muito forte, divide seu tempo entre o trabalho doméstico em casa de família e cuidar da criança com esmero. A filha da patroa acaba se apegando à criança e quando seu marido é transferido para outra cidade por motivos de trabalho, ela resolve adotar Milton e o levar junto. A avó entrega a criança com segurança, pois enxerga nos olhos de Lília todo amor que ele poderia esperar de uma mãe biológica. E no contexto de se inserir numa sociedade racista, onde coleguinhas de classe e pais desses colegas o tratam diferente, é que Milton encontra na família e na música seu refúgio e quebra um sem número de barreiras as quais estava exposto.

‘Bituca – Milton Nascimento para Crianças’ é um grande espetáculo para integrar a família e não apenas para crianças. Com uma linguagem super lúdica e muito bem roteirizada por Pedro Henrique Lopes, o espectador é levado à reflexão sobre várias temáticas importantes e urgentes, mas de uma forma muito assertiva para crianças e ainda mais para os parentes adultos que os estão levando ao teatro. Racismo e a importância de se combatê-lo dentro e fora de casa, amizade, fé, amor, a importância dos pais na vida e o feliz desenvolvimento de uma criança e por aí vai.

Agregando a esse encantamento já proporcionado pelo texto, temos ainda os figurinos e cenários assinados por Clívia Cohen que propõe cenários de certa forma simples e funcionais, e que ainda que se transformam a cada cena. Os atores conseguem brincar de movê-los numa dança bem coreografada e que surpreende o público a cada novidade que se apresenta por traz de cada giro deles. Antes mesmo da abertura da cortina já temos o primeiro impacto positivo com a decoração da ribalta. Tudo muito bem construído e remetendo à brasilidade tanto nos tecidos, quanto nas cores e formas utilizadas.

Foto: Andrea Rocha/ Marina Mota, Udylê Procópio, Martina Blink, Anna Paula Black, Aline Carrocino e Pedro Henrique Lopes

A direção de Diego Morais nos leva a voar junto desses personagens que estão muito bem construídos pelos atores. Apesar do tamanho de gente grande, conseguem ser crianças em cena sem infantilização ou idiotização da criançada. Sem falar na direção musical impecável de Guilherme Borges que além de divertir a galerinha, emociona os adultos que cantam baixinho, junto com os atores/cantores, as canções que embalaram suas vidas há tempos atrás e talvez ainda embalem.

A iluminação precisa de Pedro Mendonça favorece em todos os sentidos e nos leva da escola para casa, de casa para o céu junto da cenografia e dos atores.

A peça finalizou recentemente uma temporada no Teatro dos Quatro no Shopping Leblon, mas promete voltar aos palcos cariocas em breve e é uma parada divertida, emocionante e obrigatória para seres humanos de todas as idades.

Ele faz parte do projeto ‘Grandes Músicos Para Pequenos’ criado pela ENTRE Entretenimento que vem promovendo o resgate da cultura brasileira através de espetáculos que agradam a toda a família em experiências incríveis. Associando músicas a elementos da biografia do artista brasileiro homenageado, o resultado vem sendo uma feliz experiência de cultura, educação e diversão. ‘Bituca – Milton Nascimento para Crianças’ é o terceiro espetáculo do projeto que já teve como homenageado Luiz Gonzaga no premiado ‘Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para Crianças’ que foi o espetáculo de estreia e também Braguinha no ‘O Menino das Marchinhas’ que já foi assistido por mais de 10 mil pessoas.

Vale a pena seguir acompanhando ‘Grandes Músicos Para Pequenos’ e levar todo mundo junto para se divertir com esse coletivo nas próximas temporadas.

Crítica: Bituca - Milton Nascimento para crianças
10Valor Total
Votação do Leitor 0 Votos
0.0