O espetáculo SUCESSO encerrou sua temporada no Centro Cultural da Justiça Federal, no centro do Rio de Janeiro, sob uma enxurrada de aplausos.

O espetáculo é uma comédia dramática que conta a história de Ordinário, um fracassado, que aos 35 anos se dá conta de que sua vida é uma grande derrota. Fã do empresário e multiartista Henrique Sanchez, ele vê no encontro com o ídolo a grande chance de mudar de vida e finalmente alcançar o tão aclamado sucesso. Nessa busca por se entender, saber quem é seu pai, conquistar a mulher amada e o sucesso, temos a jornada tragicômica dele.

Com um texto brilhante de Leandro Muniz, a peça nos brinda com piadas rápidas e inteligentes, nos fazendo refletir qual seria o verdadeiro significado da palavra ‘sucesso’. A plateia ri, sobe um olhar crítico de nossos próprios egos, levando-nos a pensar até onde queremos chegar com nossas perspectivas de vidas.

A personagem principal conta a história em primeira pessoa, quebrando a narrativa para realizar as cenas de ‘sua vida’, cenas essas que são construídas com se fossem cenas de novelas, com diretor e claquete. Nos mostrando que basicamente somos entregues aos nossos roteiros.

A direção, que também é de Leandro Muniz, aprimora ainda mais o belo texto que vemos. Todas as cenas são bem marcadas e muito bem resolvidas. Fugindo sempre do óbvio, torna a história interessante de se ver.

Divulgação

Divulgação

SUCESSO conta com 7 atores talentosos em cena, que interpretam de 5 a 6 personagens cada um, com exceção da personagem principal, o Ordinário (Anderson Cunha). As personagens que vão passando pela vida de Ordinário, são interpretados (e muito bem) por esses atores. Destacando a atriz Juliana Guimarães, que  interpreta a mãe bêbada e problemática da personagem principal, a sua professora de teatro, entre outros.

Podemos salientar também as inserções musicais feitas pelos atores, ao vivo durante as cenas, como canções ‘a capela’, beat box e ruídos provenientes das cenas – e muito bem feito por sinal.

O cenografia de Paulo Denizot e Janaína Wendling e a iluminação de Paulo Denizot completam o SUCESSO. Com dois biombos que se transformavam no fundo das cenas, o palco totalmente aberto, permitia que todos vissem os atores se prepararem para entrarem sua próxima cena, fazendo a plateia mergulhar em um universo lúdico maravilhoso.

SUCESSO

Texto e direção: Leandro Muniz
Elenco: Anderson Cunha, Daniela Fontan, Diego de Abreu, Fabiano Lacombe, Juliana Guimarães, Pedroca Monteiro e Rafael Pissurno
Cenário: Paulo Denizot e Janaína Wendling
Iluminação: Paulo Denizot
Figurino: Bruno Perlatto e Tuca
Direção Musical: Fabiano Krieger
Direção de Movimentos: Carol Pires
Programação Visual: Pablito Kucarz
Direção de Produção: Junior Godim
Idealização: Anderson Cunha e Leandro Muniz
Realização: Quase Companhia
Assessoria de Imprensa: Duetto Comunicação

Sucesso faz jus ao título.

Sucesso para vocês !!!!

Por André Lamare

Crítica: Sucesso
9.5Valor Total
Votação do Leitor 5 Votos
9.2