O drama é um gênero de filme já conhecido por conseguir tirar várias lágrimas do seu público. Não importa se é uma história mais de família ou sobre um casal que se separa, em qualquer um deles alguém vai precisar de um (ou vários) lencinhos para se recompor. Além disso, diversas narrativas dramáticas trazem consigo um maior aprofundamento nos personagens ou ensinamentos, fazendo com que o público reflita sobre alguma questão, podendo ser pessoal ou de todos. E a lista continua grande se formos ressaltar todas as possibilidades que esse gênero nos remete.

Mas, e quando envolvem um animal? Personagem principal ou não, só o fato de ter um outro ser, sem ser humano, já faz o coração dar um salto de empatia e vontade de pular para dentro da tela. É difícil achar alguém que não tenha se emocionado ou torcido junto para os amados de quatro patas. E também os de duas. A recente produção da Netflix, “Okja”, trouxe novamente essa relação para o centro da discussão. Pensando nisso, essas histórias entre homens e seus melhores amigos já são muito conhecidas no cinema. Não importa a sua idade, é difícil não se apaixonar pelos bichinhos.

Então, se você está procurando um pouco de diversão e algo leve para a programação de filmes, uma dica é apostar nos animais. São diferentes produções que os envolvem e são capazes de construir narrativas bem interessantes. Para não começar a quebrar a cabeça, confira algumas dicas do que assistir.

“Secretariat – Uma História Impossível” (2010): Às vezes a amizade de quatro patas pode ser um pouco diferente do que você está imaginando. Poucas pessoas conseguem ter o privilégio de conviver com cavalos, animais extremamente inteligentes e amorosos com seus donos. E essa é a história de Penny Chenery (Diane Lane). Para completar, o filme é baseado em fatos, tornando-se ainda mais emocionante. Assumir o controle de um estábulo não é uma tarefa fácil, ainda mais quando você não entender nada sobre o assunto. Mas, a relação com um cavalo consegue mudar tudo. É apostar nele e saber que conseguirá vencer as barreiras, apesar de todas as probabilidades mostrarem o contrário. E é dessa amizade de apoio e confiança que marcaram uma história em 1973. É para se emocionar com a história do cavalo, que todos abriram mão, e Penny abriu seus braços para cuidar.

“Marley e Eu” (2008): Baseado no livro de sucesso do mesmo nome, acompanhamos a chegada de Marley, um labrador destruidor, na família Grogan. Assim como muitos casais pensando em se tornarem pais, John (Owen Wilson) e Jennifer (Jennifer Aniston) decidem trazer esse novo membro para suas vidas. No entanto nem tudo sai como eles esperavam. O cachorro é uma grande criança que demanda a atenção como tal. Isso faz com que o casal embarque em diversas situações, desde engraçadas até de deixar os nervos pularem. Assim como qualquer relação, esta apresenta diversos lados maravilhosos e que logo irão tirar suspiros do público. É impossível não cair de amores por Marley.

“Resgate Abaixo de Zero” (2006): Algumas amizades conseguem ser tão fortes que ultrapassam fronteiras e temperaturas. Jerry (Paul Walker) é o dono de uma equipe incrível de cães de trenó. Habilidosos e treinados, os animais são acostumados ao clima e muito importantes nos trabalhos de uma expedição científica na Antártida. A inversão do clima pega os personagens desprevenidos e coloca-os em condição de risco. Porém, o resgate preocupa-se somente com os humanos. Pode preparar o coração e descobrir mais sobre esse final. Ficar sozinho durante seis meses na neve não é uma tarefa. Mas o amor por seus melhores amigos de quatro patas não deixa Jerry perder a esperança. E nem o público.

“Paulie – O Papagaio Bom de Papo” (1998): Conversar com os animais pode ser o sonho de diversas pessoas. E nesse filme isso é possível. O papagaio Paulie é inteligente e extremamente falante. Não como você pensa, de apenas repetir. Tudo começa com uma conversa em que o pássaro conta sua vida, de como chegou até aquele Instituto de Pesquisa preso, para o faxineiro do local, Misha (Tony Shalhoub). Por meio de um flashback, conhecemos as aventuras pelas quais o pequeno passou. Apesar de ter tido diversos donos, ninguém o marcou tanto como sua primeira, a pequena Marie. E é essa amizade que faz Paulie ficar feliz ao lembrar de suas memórias. Agora, seu novo amigo Misha pode mudar o rumo da vida do falante papagaio. Apesar do universo com um pé na fantasia, a narrativa traz diferentes ensinamentos sobre a vida, como nunca desistir.

Esses são apenas alguns dos nomes famosos entre os animais que ganharam seu espaço na telona. Pode ser um bom começo para abrir as emoções com os bichinhos e deixar-se emocionar com as simples, e, ao mesmo tempo complexas, histórias.