“Ter um filho, plantar uma árvore e escrever um livro!”

Certamente você já ouviu esse antigo provérbio pelo menos uma vez na vida, não é? Pois bem, ter um filho e plantar uma árvore a gente vai deixar um pouco de lado hoje. Vamos focar apenas em escrever um livro, ok?

Então conte, você já pensou em escrever um livro? Temos certeza que sim! Aliás, quem nunca? Mas aí vem aquela avalanche de dúvidas que faz você desacelerar do sonho e te faz pensar que isso não é pra você e que não vai conseguir. “Sobre o que vou escrever?”, “Qual gênero?”, “Pra qual público?”, “Será que vão comprar meu livro?”, “Quero fazer isso pra minha vida inteira?”, “Quero ser escritor e viver da escrita?”

Ufa! São muitas perguntas mesmo!

Mas acalma-se! A boa notícia é que estamos aqui hoje pra tentar te dar uma luz para que você consiga enxergar esse caminho lindo da escrita. Vamos dar algumas dicas pra quem quer começar a escrever. Mesmo que não responda todas as dúvidas, vai te ajudar bastante a criar coragem e dar o primeiro passo para atravessar o portal das letras.

Então prepare-se para embarcar nesta aventura junto com a gente. E não esqueça de anotar todas as dicas.

1. Faça um planejamento

Podemos dizer que existem dois tipos de escritores: os que planejam a obra, que fazem um roteiro de tudo que vai acontecer, que só começam realmente a escrever depois que está tudo praticamente definido (história, personagens, etc) e os que não planejam nada e que vão escrevendo conforme as emoções vão aparecendo e levando a trajetória. A nossa dica é para que você faça um planejamento agora, para o seu primeiro livro, apenas pra te direcionar nessa primeira vez. Então depois, com o tempo, pro segundo e para os outros livros, você vai se descobrindo e vai entendendo como funciona melhor o seu jeito.

2. Tenha um horário pra escrever

Criar uma rotina para a escrita é muito importante. Então, escolha um horário que caiba dentro da sua agenda e que seja confortável para produzir mais, e separe aquele momento só pra você e seu livro. Escrever todos os dias naquele mesmo horário vai criar um hábito que vai se incorporar aos poucos na rotina do seu dia a dia. E assim a escrita vai se tornar uma coisa natural e até necessária.

3. Tenha metas

Escrever 500 palavras por dia; escrever 40 mil palavras por mês; terminar o livro em 1 ano. A meta vai depender de você e do que vai conseguir cumprir. Ter metas vai te fazer estar motivado sempre e, assim, vai conseguir ter gás pra seguir em frente e ter uma realização grande quando tiver todas as metas cumpridas. Você será seu maior motivador!

4. Rascunhe os personagens

Saiba quem são seus personagens. Desenhe suas características, seus temperamentos, seus talentos. Onde moram, com quem moram, o que fazem, quais são seus sonhos. Isso será muito útil para algum momento de conflito da história, que você saberá exatamente como o personagem reagiria.

5. Pesquisa

Essa é uma questão muito importante também. A pesquisa. Não tem como começar um livro sem antes ter uma pesquisa detalhada de tudo que você deseja colocar na sua história. O local onde vai acontecer a trama, os elementos do cenário, a concepção da arte de todo o cenário, as profissões dos personagens. Enfim, tudo! Pesquisar sobre tudo é extremamente necessário para que a obra seja verossímel e assim toda essa verdade será repassada ao leitor que vai ter confiança em comprar o livro.

6. Leia

Essa é a dica mais óbvia. A leitura é essencial para o escritor. Leia sobre tudo. Mas é muito relevante também que leia sobre o gênero que escolheu, sobre a temática que está pensando em escrever. Se inteirar de tudo que está acontecendo no mesmo mundo e tentar seguir a mesma linha ou até sair do “lugar comum” e fazer algo totalmente novo dentro do mesmo tema.

Então, querido leitor aspirante a escritor, essas foram as nossas dicas para você começar a escrever. Agora não tem mais desculpa. É só colocar a mão na massa, quer dizer, no papel e na caneta ou no computador, e pronto, pode seguir viagem.

E aí, tá esperando o que pra começar?