Recentemente, tivemos aqui na coluna Dr. Geek um excelente texto sobre uma das maiores e mais importantes séries de livros do mundo Nerd, o Guia do Mochileiro das Galáxias. Mas muito se engana quem acha que o mestre Douglas Adams escreveu apenas a série do Guia. O autor escreveu também a série Dirk Gently, sobre o personagem homônimo.

O primeiro livro da série, Agência de Investigações Holísticas Dirk Gently, segue o mesmo princípio do primeiro livro do Guia, apresentando um personagem comum que de repente se vê envolvido em toda uma série de situações bizarras e inacreditáveis. Tudo começa quando Richard MacDuff, um engenheiro de computação comum, sem querer deixa uma mensagem na secretária eletrônica de sua namorada, se arrependendo do ocorrido logo em seguida. E como qualquer pessoa normal, Richard resolve lidar com isso da maneira mais natural possível: escalando o prédio da namorada para invadir seu apartamento e roubar a fita da gravação. Esta ação chama a atenção de um observador nada usual que, por acaso, estudou com Richard e atualmente se denomina um investigador holístico, Dirk Gently.

Nas palavras de Dirk, um investigador holístico acredita na interconexão de todas as coisas, ou seja, que o universo vai conspirar de alguma maneira para que as pistas venham até ele e, assim, ele descubra as respostas para o caso em questão. Desta forma Dirk acredita que de alguma maneira estranha o fato de Richard ter escalado aquele prédio e o assassinato de Gordon Way, seu cunhado e chefe, estão interconectados. É assim que os dois se envolvem em uma história louca que até o último segundo não parece ter nem pé nem cabeça, mas que, assim como Dirk repete diversas vezes, está completamente interconectada.

O segundo livro, A Longa e Sombria Hora do Chá da Alma, segue o mesmo estilo de narrativa, apresentando um acontecimento completamente inusitado, seguido de uma investigação de outro acontecimento por parte de Dirk Gently e acaba por interconectar os dois de maneira extremamente criativa. Porém, devo admitir, perde um pouco de qualidade em relação ao primeiro. Mas nem por isso o livro é ruim, apenas diria que termina de maneira muito abrupta, não dando tempo ao leitor para assimilar tudo que aconteceu.

Infelizmente o terceiro livro da série nunca veio a luz. Enquanto escrevia o livro que começou com o nome A Spoon Too Short (Uma Colher Muito Curta, em tradução livre) o autor veio a falecer devido a um ataque cardíaco. Anos mais tarde foi publicado postumamente os rascunhos do que viria a ser este terceiro livro sob um dos outros nomes que o mesmo veio a ter, O Salmão da Dúvida, porém o mesmo não é finalizado.

Em 2015, a editora IDW adquiriu os direitos de publicar quadrinhos da série, tendo publicado desde então quatro séries em quadrinhos intituladas: Dirk Gently’s Holistic Detective Agency, Dirk Gently’s: The Interconnectedness of All Kings, Dirk Gently’s Holistic Detective Agency: A Spoon To Short e Dirk Gently’s Holistic Detective Agency: The Salmon of Doubt.

Mais recentemente a BBC adquiriu os direitos de adaptação dos livros e começou a produzir uma série de TV homônima ao primeiro volume. A série, que já está em sua segunda temporada, se passa após o segundo livro, porém é possível assisti-la sem nunca ter lido nenhum deles, pois a única referência feita é uma fala onde ele cita os casos anteriores. Na série de TV, Dirk Gently, interpretado por Samuel Barnett, encontra o personagem Todd Brotzman, interpretado por Elijah Wood, e insiste que ele deve ser seu parceiro em suas investigações, levando ambos a situações tão absurdas quanto as dos livros. A série conseguiu captar muito bem o estilo dos livros e é uma excelente pedida para quem sente falta do autor e também para quem apenas quer curtir uma boa história com muitas pitadas de loucura e humor.