ei

você tá me vendo?
a minha roupa te agrada?
a minha calça colada
assim, vermelha
assanhada
e a calcinha que não marca
eu sou real?
represento os padrões estéticos brasileiros ou os desafio
sou plus size ou passarela
mandada ou menina do Rio
calçadinha de Ipanema, loira e bronzeada
de havaiana e Louis Vuitton
ou píton
rosa, da cor do morro
shortinho no baile
funk na alma
você conhece?
você já viu do outro lado da passarela
tantas moças essas que passam que não sou eu
que têm as coxas grossas e um torneio ralado
você viu
como elas rebolam e andam
será que rebolo e ando
ou uma coisa de cada vez
será que quando faço o quadradinho
jogo fora a minha filosofia
e não mais li Schopenhauer
será que
é só não dançar que aprendo alemão
será que nos livros que esses moços leem
de barba e intelecto intactos
se fala da matéria de que as mulheres são feitas
se debatem
será que algum lugar a oeste há espaço para uma mulher
uma mulher
assim aparecida
que não é miragem
irreal e toda
presente
que se escusa
e bebe uma cerveja

mas não com você.