Já pensou poder iniciar sua carreira de ator e/ou modelo tendo contato com pessoas importantíssimas do mundo da TV, Cinema e da Moda? Ou melhor ainda participar de workshops, treinamentos e/ou palestras com profissionais conceituados como a autora Duca Rachid, o diretor Jayme Monjardim, o cineasta e autor Newton Canitto, a produtora de elenco da Record Mônica Teixeira, o agente de atores Guilherme Abreu, o booker Sergio Mattos, o roteirista Thiago Aiache e outros produtores de elenco, além de ficar frente a frente com as maiores agências de moda do país? Pois é disso que se trata o “Projeto Grandes Mestres”, também conhecido como #PGM.

Considerado uma das maiores oportunidades de networking de atores e modelos do Brasil, trata-se de um evento único que proporcionará aos seus participantes muito aprendizado, preparação e troca de conhecimentos, tudo em um único local. Já passaram por aqui artistas como Giovanna Lancelloti e Felipe Roque e, em sua 5ª edição, o projeto trará mais uma inovação: serão realizadas testes de elenco para 2 séries de TV.

Mas quem é o responsável por proporcionar tudo isso a tantos atores e modelos? Quem teve a ideia e porque resolveu facilitar a comunicação entre todos esses profissionais? Nós da Woo! Magazine, tivemos a oportunidade de entrevistar o produtor Marcelo Caldas, um dos responsáveis pela realização desse evento, para saber um pouco mais sobre ele e sobre essa que promete ser um grande impulsionador de carreiras para aqueles que almejam adentrar ou se desenvolver no meio artístico.

 

Adriana DeHoul – Como e porque surgiu a ideia do Projetos Grandes Mestres?

Marcelo Caldas – Da vontade de fazer um evento que agregasse informação, aprendizado e oportunidade! juntar profissionais que admiramos e fazer essa relação acontecer com todo o público envolvido. isso será único.

AD – Em 5 anos de estrada, o projeto já passou por alguma modificação?

MC – Passa por modificação nesta edição, sai do formato só workshop e ganha proporções maiores do desenvolvimento de duas séries ao network feito com agências, produtores de elenco, autores, cineastas e diretores. Essa rede de contatos que será criado para o ator é muito bacana, vamos conseguir em dois dias desenvolver um encontro onde o participante consiga entender do agenciamento a produção de conteúdo pelo olhar destes grandes mestres, como funciona o meio artístico e tirar suas dúvidas! se conectar com outros e fazer parcerias.

AD – Mesmo ficando bem claro na proposta do evento que trata-se de um grande network de atores e modelos, às vezes não temos a dimensão real do que se deve esperar. Principalmente quando falamos de atores que estão começando a descobrir e investir em suas carreiras e onde os sonhos estão a todo vapor, um encontro com nomes tão importantes pode gerar uma expectativa equivocada de colocação automática no mercado profissional. O que de fato os participantes podem esperar dessa oportunidade?

MC – Muitas vezes sim, mas estamos sempre deixando bem claro que é uma conexão com conhecimento e oportunidades irão acontecer. Temos o teste para duas séries de produção independente que lançarão alguns dos participantes no mercado, isso é real e a única coisa que podemos prometer! O resto é destino e sorte com o fato do mesmo estar preparado, pois sem preparo e conhecimento ninguém se mantém no mercado.

AD – Ainda sobre as duas seleções de elenco que acontecerão durante o evento: uma para a série infanto-juvenil “Geração Digital” e outra para a de ficção adulta “Relação”, ambas produzidas pela 35mm. Pode nos contar um pouco mais sobre isso?

MC – Essas séries terão uma pegada mais NETFLIX, sairão um pouco do padrão tv aberta, o tempo e os episódios não continuados farão parte desta atmosfera assim como o número de episódios de cada uma. Estamos trabalhando na elaboração destes roteiros de uma forma aberta, sem a pressão de outras produtoras ou a necessidade de lançar um produto que pode não estar bem acabado. Prometemos roteiros com olhar social e, ao mesmo tempo, moderno, sem preocupações estéticas muito elaboradas, mas contando com o ator em cena como a melhor forma de contar a história.

AD – Esse é um dos maiores eventos com a proposta de conectar diretamente profissionais, às vezes inacessíveis, aos atores aqui no Brasil. Porém, pouco se fala sobre o produtor dele: Marcelo Caldas. Gostaríamos de saber um pouco mais sobre esse profissional que vem fazendo um trabalho bastante importante na construção das carreiras de muitos artistas.

MC – Eu venho realizando trabalho de formação de atores há mais de 10 anos, já fiz projetos em faculdades, escolas, ongs e o templo de um dos maiores cineastas brasileiros: o Tempo Glauber. Realizei trabalhos nos grandes centros, mas também atuante na descentralização do eixo audiovisual, em cidades do interior, levando o conhecimento e deixando núcleos de produção em cada lugar. Chegamos em um tempo onde o audiovisual faz parte do nosso cotidiano e todos temos acesso às informações e como produzi-las. Hoje, com minha produtora, além de produzir curtas, médias, documentários e séries, temos também a produção de mostras e festivais de cinema e audiovisual, acredito que a junção de tudo que fiz estará um pouco nos projetos que realizarei esse ano! o #PGM é um deles.

AD – Há algo que não perguntamos, mas que ache importante ser dito?

MC – Há tanta coisa a se fazer nesse momento que não sei! (rsrs)

AD – Além do Projeto Grande Mestres, em quais outros trabalhos você vem se envolvendo? O que podemos esperar daqui para frente?

MC – Tem um grande Festival Internacional Colaborativo Audiovisual que estar por vir no segundo semestre aqui no RJ. Fora isso, as produções das séries.

AD – Que dica você pode deixar para aqueles que já se inscreveram e também para aqueles que, por algum motivo, não poderão participar desse edição, mas almejam ingressar no mundo da moda e das artes cênicas?

MC – Se preparem, levem seu material de trabalho, preparem seus videobooks mesmo sendo eles filmados pelo celular da maneira mais simples. E estude, a oportunidade às vezes é dada, mas a falta de preparo faz ela escorrer pela suas mãos.

Se você ficou interessado no trabalho do Marcelo Caldas e gostaria de conhecer esse projeto incrível pode acessar o site do #PGM e ficar por dentro de tudo que vai rolar por lá. O evento vai acontecer nos dias 21 e 22 de maio desse ano. Então, caso tenha interesse, corra porque as inscrições já estão rolando a todo vapor.