Vencedor do FESTU no ano passado

Não é todo dia que vemos um galo e um ganso em cima do palco de um teatro. Ainda mais dentro de um mundo que eles mesmo constroem misturando as suas memórias e invenções.

Até o dia 1º de maio, os atores Cadu Garcia e Edson Thiago, que também criaram o espetáculo, estarão se apresentando na Caixa Cultural, de quinta à domingo.

Através de um trabalho voltado totalmente ao ator, eles dão vida ao galo e o ganso e ainda operam a iluminação e o som do espetáculo, construindo uma narrativa lúdica e de imagem apoiada por elementos cênicos diversos como trapézio, ukulele e bongo.

Trabalhando em cima de trechos de poemas e fragmentos de livros, eles citam autores como Mario de Andrade, Rubem Alves, Manoel de Barros, Ana Carolina Fiuza e a própria Lygia Fagundes Telles.

Na granja é o primeiro espetáculo da Amarelo Companhia de Teatro, que estreou no dia 31 de março deste ano no Festival de Teatro de Curitiba e, após a temporada na CAIXA Cultural Rio de Janeiro, também se apresentará em São Paulo. Mesmo quando não tinha nome ainda, venceu o prêmio do FESTU no ano passado e ganhou R$ 40 mil para montar a peça. O grupo nasceu na Escola de Arte Dramática da Universidade de São Paulo (EAD-USP), junto com a concepção do espetáculo Cenas para usar luvas, sob a orientação do diretor Luiz Fernando Marques.

Por: Rodrigo Zingano