Há diversos cursos de fotografias espalhados por todo o país, mas o que poucos fazem é dar asas aos seus alunos e deixá-los soltos em sua imaginação e criatividade para explorar cada vez mais esta maravilhosa arte que se expressa na captura de pequenos e grandes momentos, como é o caso da fotografia.

É pensando nisto que a Faculdade Paulus de Comunicação na Vila Mariana, em São Paulo, através do professor da disciplina de fotografia autoral, Rogério Nagaoka, resolveu criar uma exposição com o trabalho de seus alunos do 4º semestre, e o tema decidido em conjunto com toda turma para esta primeira mostra é sobre as belezas da natureza, pouco apreciada em uma cidade tão cinza, agitada e conturbada como São Paulo, por isto mesmo, traz como título: Beauté Naturelle.

Com o total apoio da instituição, a inauguração da exposição contará com um coquetel de recepção e quem sabe esta não seja apenas a primeira de muitas que virão?

A mostra procura retratar através da fotografia um olhar mais atento e singelo para toda a criação, a natureza que está ao nosso redor, seja em um pequeno e bonito jardim ou através das curvas e silhuetas de corpos, levando o público a enxergar a beleza que está por traz do óbvio e rotineiro do dia-a-dia.

Um trabalho que envolve jogo de luz e sombras, dá um ar encantador de mistério a quem irá desfrutar das imagens a serem exibidas, tornando o expectador um admirador mais refinado da natureza presente ao seu redor.

Com organização de Rebecca Becker, a exposição conta ainda com a participação de mais 8 formandos do curso de fotografia, dentre eles: Aline Araujo, Danieli Anjos, Ester Fernandes, Jéssica Pielique, Jully Gregório, Nayla Jullie, Paula Guislande e Thaís Amersonis. Vamos conhecer um pouquinho sobre alguns deles e o que pretenderam em suas artes?

Aline Araújo: fotógrafa paulistana, é especialista em retratos, área que tem mais afinidade, habilidade e confiança em realizar, seja em ambientes externos como na natureza ou internos, em estúdios. Para a exposição utilizou-se de um de seus experimentos com luzes coloridas, envolvendo também a significação das cores e imagem.

Danieli Anjos: com apenas 19 anos, é apaixonada por fotografar a natureza e pretende se dedicar cada vez mais dentro desta perspectiva. Assim como suas parceiras da exposição, procurou retratar a beleza feminina longe de todos os esteriótipos impostos pela sociedade.

Ester Fernandes: com 24 anos, esta moça trabalha habitualmente com cobertura de eventos e ensaios fotográficos, porém, também adora fotografar a natureza, tanto é que a maioria de suas fotos são de paisagens. Para este trabalho, preferiu trabalhar com o corpo da mulher e suas curvas, já que, para ela, o que importa em uma mulher não é se está gorda ou magra, mas sim, a beleza em suas curvas naturais, e é o que procurou retratar em suas fotos.

Jéssica Pielique: tem 21 anos e está iniciando no mundo da fotografia recentemente, e trabalha com cobertura de eventos. A fotografia escolhida para a exposição procura retratar a natureza que se perde por entre as sombras presente na simplicidade de toda a composição.

Juliana Gregório: 30 anos, trabalha com fotografia desde 2014, com ensaios em geral. Também ama a natureza e suas riquezas. Assim como sua parceira Ester, procurou retratar a beleza presente nas curvas de uma mulher.

Nayla Jullie: da cidade de Tupã, no interior de São Paulo, tem apenas 20 anos e se dedica a fotografar o dia-a-dia das pessoas com toda sua naturalidade, para a artista, fotografar é como que se tivesse o poder de “capturar a essência mais pura de cada uma delas”. Na exposição procurou capturar um manobra radical, também jogando com sombras e luzes.

Paula Guislande: Trabalha há 2 anos com ensaios infantis e de casamentos, tem 21 anos e está concluindo o curso de fotografia. Sua fotografia, diferente da maioria, retrata a silhueta de um homem na natureza, nela busca-se evidenciar a conexão que há entre os dois de forma simples e singela, onde suas sombras tornam-se uma.

Rebecca Becker: fotógrafa desde 2013, tem 24 anos e se dedica a ensaios femininos, apaixonada pela natureza, busca sempre mesclar em suas composições elementos da natureza ao feminino. A sua arte na exposição busca expressar a delicadeza dos detalhes e explora bastante o uso de sombras e luzes.

Thaís Amersonis: Tem 19 anos e desde criança é apaixonada por fotografia, sempre deu preferência para fotos autorais, onde pode recriar seu olhar sobre as coisas, principalmente se for da natureza, já que a deixa mais próxima de Deus e sua criação. A simplicidade é seu cartão de visita e sua marca. A sua fotografia presente na exposição é sua preferida por transmitir paz e a capacidade de mudanças em busca da felicidade. Amersonis diz ainda ter percebido, com esta exposição, o valor de observar com sensibilidade as coisas ao seu redor.

E, para quem ficou curioso e quer ver mais de perto estas obras de arte é só dar uma conferida em nossa agenda com os dias, horário e local. E boa exposição!

Agenda