O cinema tem o poder de bem representar diversos tipos de paixão.  E por isso muitas vezes vemos certos filmes que de alguma forma nos aproximam dessas paixões… como naquele dia de dor de cotovelo que você assiste “um amor para recordar” e acelera a  chegada no fundo do poço; quando bate aquele sentimentalismo familiar assistindo “casamento grego” e tu da grazadeus pela sorte de ter também boas recordações de seu ambiente familiar; ou ainda naquele dia no qual tu se permite a futilidade e assiste “O Diabo veste Prada” só para namorar looks incríveis…. ah! Mas se tem uma paixão deliciosa de ver representada em filmes é a dança.. e como ela pode ser explorada, né? Em musicais, comédias românticas,  dramas …. tem filme que dá vontade de dançar abraçadinho, outros de virar um profissional em hiphop. O importante é que no final das contas dança e cinema se encaixam como queijo e goiabada, como feijão com arroz, como churrasco e pagode…
E, se você também curte essa vibe, vai aqui uma listchenha de filmes bacanudos para ver e se inspirar <3

1. Musicais 
Essas são algumas sugestões para quem curte dança com aquela cantoria…. cantoria em cenas de canto, de diálogo e até passeando pela rua. Uma maravilha!!

Fonte divulgação / The ace black blog

Fonte divulgação / The ace black blog

1. Hair– Filme do final década de 70 que narra a história de um jovem que ao ir apresentar-se ao exército para a guerra dia Vietnã conhece e se envolve com um grupo de hippies pacifistas.  Um espetáculo de cores, sorrisos e good vibes!
2. Grease – nos tempos da brilhantina – Filme de 1978 com o – muso  de uma geração – John Travolta. Retrata a Califórnia dos anos 50/60 e narra a história de amor da boa moça Sandy com popular Danny. Com cenas clássicas,  o longa é bem divertido  e tem uns looks bem legais para ter referência #ficaadica.
3. Chicago – Com ar cômico e altamente sensual explora a história de duas assassinas, dentro do contexto de celebridades instantâneas.  É uma daquelas referências quando se pensa em musical.
4. Nine – Narra a crise de meia idade de um diretor cinematográfico que, em meio ao processo criativo coleciona amores e figuras femininas em sua história.
5. Moulin Rouge – Um musical muito amorzinho que conta a história de amor entre o poeta Christian e a cortesã Satine. Ambientado na França no ano de 1899, tem seu palco central no famoso cabaré homônimo ao filme.
6. Burlesque – Protagonizado pela bela Christina Aguilera (que voz! que voz!), conta a trajetória de uma menina do interior que vai em busca de seus sonhos na cidade de Los Angeles.

 
2. Amorzinho 
Esses filmes dançados que dão uma vontadezinha de ficar agarradinho sentindo a música… é muito amor!

7. Dança comigo – Um romance que trata do amor pela dança frente aos preconceitos sociais. John Clark (Richard Gere) é um homem que mesmo com ótimo emprego e bela família sente que em sua vida ainda falta algo. Então se descobre na dança de salão,  e passa a tentar esconder a nova atividade de seus ciclos sociais.

 
3. O que rola atrás das coxias 
Esses são os mais perturbadores para quem pensa que o mundo da dança é só graça,  leveza e beleza. Os filmes que mostram o que rola no dia-a-dia da vida dos bailarinos, no geral, retratam um cotidiano de privações,  dor e intrigas… E vamos combinar (djá!) que é bem por aí mesmo…

8. Sob a luz da fama – Retrata a rotina dos bailarinos da Academia Americana de Ballet. Trata de figuras típicas e conflitos nada incomuns dentro desta atmosfera.
9. Cisne negro – Definido como um drama psicológico,  narra a busca da bailarina Nina Sayers (brilhantemente interpretada pela maravilhosa Natalie Portman) pela perfeição, como se espera de uma primeira bailarina de uma grande cia de dança.  É atordoante,  especialmente pra quem desfruta de ambientes similares.

Fonte divulgação / Nebelin3

Fonte divulgação / Nebelin3

4. Para querer sair dançando 
Esses dão vontade de dançar na rua, na boate,  em casa…. mas aí você se dá conta de que não seria tão maravilhoso dançando e desiste (ou não!).

Fonte divulgação / Deconcrete

Fonte divulgação / Deconcrete

10. Se ela dança eu danço – A franquia chegou até o quarto filme. O primeiro narra a história do problemático Tyler, que encontra no hiphop um caminho de escape e também o amor.
11. Honey – Conta a história de uma jovem dançarina que sonha em ser coreógrafa,  mas percebe que isso pode não ser tão simples. Destaque para a Jessica Alba, que arrasa!
12. Pina – Documentário alemão que descreve o processo de criação e desenvolvimento de trabalhos na cia de Pina Baush. Mostra a entrega e a intensidade do trabalho desenvolvido.

 

5. Old but gold 
Por fim, esses que se tornaram referência em dança no cinema (seja pelo conjunto ou por cenas específicas)… clássicos! – ah alguns falados até agora também são clássicos!
13. Os embalos de sábado a noite – Clássico que deu origem a uma das “dancinhas de boate” mais famosas de todos os tempos. Conta a história do jovem residente do Brooklyn, Tony Maneiro, que participa de um torneio de dança.
14. Dirty Dance – Trata da lambada em seu auge, narrando o romance do professor de dança Johnny Castela e a “moça de boa família” Baby. O longa trata de questões interessantes como discriminação de classes sociais e aborto clandestino.
15. Elvira, a rainha das trevas – Clássico cômico que conta sobre a chegada de Elvira em uma nova cidade. Por ser diferentona com uma pegada meio hallowen life style, é mal recebida e ridicularizada, mas com ajuda de seus novos amigos mostra seu valor. O filme é um importante marco para a dança burlesca! (#Elviradiva).
14. Cantando na chuva – Por fim, uma bela e inteligente comédia musical. Passada na década de 20 em Hollywood, na transição do cinema mudo para o falado. E em meio ao burburinho hollywoodiano, conta a paixão de Don por Kathy…. e é a responsável por uma das cenas mais lindas do cinema!

Fonte divulgação / Weebly

Fonte divulgação / Weebly

É claro que faltam muitos filmes nessa lista… então aproveita que leu até aqui, e comenta o seu filme dançante favorito, ou anota aquele que tá faltando!!!! E no mais: se liberte e dance!!