Distribuído pela California Filmes, filme ainda traz Willem Dafoe, Alison Brie e Alfred Molina no elenco

Em “Um Homem de Família”, de Mark Williams, que estreia dia 18 de maio, Dane Jensen (Gerard Butler) está no momento crucial da carreira: o seu chefe (Willem Dafoe) decide se aposentar e coloca-o ao lado da igualmente talentosa Lynn Wilson (Alison Brie) para disputar a vaga. Tudo parece se encaminhar como planejado, o headhunter sabe que tem uma batalha pela frente, Dean só não imagina que sua maior luta vai ser dentro de casa. O seu filho Ryan (Max Jenkins), de 10 anos, foi diagnosticado com uma doença grave.

“Um relacionamento pai/filho pode ser muito complicado e, no nosso filme, ele é. Dane acha que a melhor maneira de cuidar de sua família é ganhando um monte de dinheiro. Isso o afasta da família e o isola de sua esposa e filhos. Ele não tenta conectar-se em um nível emocional com Ryan e deixa o menino sozinho na maior parte do tempo para se virar e aprender sobre a vida por si próprio”, conta o produtor Craig Flores. 

Segundo o produtor, a escolha do elenco foi um passo importante para o resultado do filme. Butler já estava no projeto. Os premiados Willem Dafoe e Alfred Molina foram, respectivamente, escolhidos como o gerente implacável de Dane e como um engenheiro desempregado. Alison Brie era o par perfeito para Gerard como a rival de Dane. E Gretchen Mol completou o elenco como a esposa de Dane, Elise. Mas, para Flores, o papel mais difícil de encontrar foi o filho, Ryan. “Revisamos centenas de gravações e audições ao redor do mundo para encontrar o garoto certo. Tivemos que tomar decisões muito difíceis, mas finalmente descobrimos que Max Jenkins nasceu para desempenhar esse papel”, completa.


“Um Homem de Família”
é a estreia de Mark Williams na direção. Com produção da Voltage Pictures e Zero Gravity Management, o longa chega ao Brasil distribuído pela California Filmes.