• Exposição: de 17 de agosto a 15 de outubro de 2017
  • Dias: Terça a sábado, das 10h às 21h.
  • Domingos e feriados, das 10h às 19h30.
  • Local: Sesc Belenzinho – Galpão e Espaço Expositivo
  • Endereço: Rua Padre Adelino, 1000
  • Belenzinho – São Paulo (SP)
  • Telefone: (11) 2076-9700
  • Agendamento de visitas educativas: pelo telefone (11) 2076-9704 (das 10h às 17h)
  • ou pela internet.
  • Site Oficial
  • Estacionamento: R$ 5,50 a primeira hora e R$ 2,00 por hora adicional (credencial plena); R$ 12,00 a primeira hora e R$ 3,00 por hora (Credencial Atividade, MIS e visitantes).

A mostra, com curadoria de Roberto Moreira S. Cruz, é uma antologia de obras pioneiras do cinema expandido, resultantes da experimentação da linguagem audiovisual, realizada entre os anos de 1960 e 1980, período em que os artistas se interessavam pelo entrecruzamento entre as artes visuais e o desenvolvimento das novas mídias. A mostra reúne filmeinstalações e multiprojeções de Andy Warhol, Roy Lichtenstein, Stan VanDerBeek, Tunga, Gill Eatherley, Lis Rhodes, Regina Vater, Annabel Nicolson e Valie Export, além dos filmes experimentais da FluxFilm Anthology.

Informações Técnicas

Roberto Moreira S. Cruz (curador)

Pós-doutorando em Estética e História da Arte (Interunidades USP); Doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP e mestre em Comunicação e Cultura pela UFRJ. Desde 2012, é o curador da Coleção Itaú Cultural de Filmes e Vídeos, tendo apresentado a exposição em diversas cidades do país. Foi curador, entre outras, das exposições: Cinema Sim: Narrativas e Projeções (2008), no Itaú Cultural; Fluxus Black and White (2012), no Oi Futuro; e, em parceria com Aracy Amaral, realizou Expoprojeção 1973-2013, Sesc Pinheiros, em São Paulo. Idealizou e coordenou a produção executiva de Iconoclássicos, série de cinco longas-metragens sobre artistas brasileiros. Atualmente, atua como consultor da Enciclopédia de Cinema do Itaú Cultural e é Diretor Executivo da SAC – Sociedade Amigos da Cinemateca.