“Representatividade importa”. Você já deve ter lido isso em algum post no Facebook, ou em um comentário no Instagram ou quem sabe num texto no Medium. A frase simboliza a luta pela falta  de diversidade cultural nos mais diferentes meios, como TV, Literatura e Publicidade.  No que diz respeito à moda, é sobre ver mulheres negras, cacheadas e crespas, gordas, deficientes físicas e trans, em campanhas, desfiles e revistas.

Nas redes sociais não é difícil encontrar exemplos bem sucedidos de blogueiras que não são exatamente padrão e possuem um grande público em busca de alguém similar, próximo da sua realidade, com semelhanças étnicas e físicas. Fica evidente que representatividade realmente importa! Confira algumas digital influencers  brasileiras para você seguir nas redes e se inspirar:

Magá Moura – @magavilhas

Magá é musa do streetstyle e frequentadora assídua do Afropunk. O seu estilo é único e cheio de personalidade. Mix de estampas, brilho, super brincos (nos mais diferentes formatos), tênis descolados e muita cor, seja nas roupas ou nos cabelos que são mudados de tempos em tempos. O cabelo é parte importante do seu visual, ela já fez uso das braids e twists (tranças feitas com material sintético), longos e atualmente usa trança boxeadora. Azul, rosa, amarelo, branco, cinza foram só algumas das cores que passaram pela sua cabeça. Magá inspira muitas meninas negras em não ter medo de ousar, seja no look ou no hairstyle. Afinal, black is beatiful!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ju Romano – @ju_romano

Ju foi estrela da Elle em maio de 2015. Na edição sem Photoshop, ela aparecia apenas com um kimono. A capa foi um rompimento de padrões e celebração da diversidade. Pela primeira vez uma modelo plus size, de manequim 50,  estampava a capa de uma revista especializada em moda. A jornalista e modelo realmente quebra padrões e não se importa nenhum pouco com  manuais ultrapassados do “pode ou não pode”. Ela usa cropped, perna de fora, skinny, estampas, muita listra e mostra que as tendências podem ser usadas por todas. Querer é poder, meninas!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Paola Antonini – @paola_antonini

Paola sofreu um acidente acerca de 2 anos e teve uma de suas pernas amputada. Ela diz que nunca chorou por ter perdido uma das pernas e que sua escolha foi conhecer um mundo novo que a esperava. O seu dia-a-dia e suas novas descobertas são compartilhadas com seu 1 milhão de seguidores. Sobre seu estilo, Paola não abre mão dos curtinhos, seja saia, vestido ou short (muitos destroyed). Peças lisas e estampas com cores mais escuras são as suas favoritas. O estilo de Paola é que ele despretensioso fashion com uma vibe bem california girl.

Rayza Nicácio – @rayzanicacio

Se há dois anos a imposição era ainda por cabelos lisos, hoje temos muitas assumindo seus cachos. Meninas como Rayza que divulgam dicas e mais dicas em seus canais de como manter os fios são inspirações para as demais. Os seus cachos são maravilhosos! Ela também se destaca pelo seu estilo, com uma pegada bem anos 90. No seu guarda-roupa muito cropped, cintura alta, calças e shorts jeans são os seus favoritos,  em versões destroyed e mais larguinhos. Na sua cartela de cores predomina o  preta e o branco, nos seus looks cotidianos, o inseparável tênis. Básica, mas com muito estilo.

Por Luana Benedito