Lol1

O jeito Trump de ser

O empresário Donald Trump, desde o anuncio de sua candidatura a presidência dos Estados Unidos pela bancada dos republicanos, vem polemizando bastante em sua campanha que ganhou o mundo através das redes sociais. Discursos fervorosos no qual ele promete devolver o país aos americanos, explicitando que o mesmo, hoje, pertence aos imigrantes, fazem parte de suas estranhas passagens pelo palanque.

nbc-fires-donald-trump-after-he-calls-mexicans-rapists-and-drug-runners

O bilionário dono de uma fortuna de 10 bilhões de dólares, declarada em julho de 2015, diz ser o melhor candidato para recuperar os dias de ouro dos Estados Unidos. Que sua campanha de marketing vem ganhando a internet, todos já sabem, mas o resultado no mundo não vem sendo o melhor para ele.

Durante o festival de Sundance, no inicio do ano, a Vanity Fair perguntou a alguns artistas americanos o que ele fariam se Trump ganhasse as eleições. A maioria opinou por mudar para outro lugar. Confira.

Se depender da própria “América” e do poder de negociação de Donald Trump, muita água ainda vai rolar, uma vez que as ultimas pesquisas relatam que Hillary e Donald saíram fortalecidos de suas ultimas campanhas. Ele ampliou suas chances ao obter na Carolina do Sul sua segunda vitória consecutiva. Entretanto, muitos acreditam que a disputa final ficará mesmo entre Hillary Clinton e Bernie Sanders.

Resta saber se o marketing de Trump vai mudar, fornecendo a ele uma reviravolta triunfal, como no mundo dos negócios. Ou se vai continuar na mesma vibe de seu adorável jingle e coreografia eleitoral.

Daniel Gravelli é um brazuca que parle français e roda uns filmes por aí. Apaixonado pelo universo da escrita, tem um caso com o teatro e morre de amores pelo cinema. Fotógrafo e crítico nas horas vagas, gosta de cozinhar, apreciar um bom vinho e trocar ideias interessantes.