Mayim Bialik fala sobre a importância do aprendizado na escola

Mayim Bialik, atriz norte-americana que atua na série The Big Bang Theory e foi a protagonista da série Blossom, acaba de lançar o livro Girling Up pela Primavera Editorial. De maneira divertida e estimulante, Mayim ensina vários conceitos importantes que afetam a vida das garotas por inteiro.

Em um dos capítulos, ela fala sobre o aprendizado na escola e por que é importante estudar – além dos pais mandarem. Outro assunto é o aprendizado físico e mental que acontece quando se pratica esportes e o tipo de aprendizado que acontece quando se vê televisão ou se assiste a um filme.

1. Não falte às aulas: pode parecer que isso nem precisava ser dito, mas vou dizer do mesmo jeito: NÃO falte às aulas. Sei que talvez você não possa dizer que NUNCA faltará às aulas, mas a questão é: a melhor forma de aprender é estar onde o aprendizado acontece. Quando criamos o hábito de matar aulas ou de não valorizar sentar a bunda na cadeira de uma sala de aula, começamos uma cadeia de atraso na matéria, e uma necessidade de correr atrás, o que torna mais difícil aprender. A constância é a chave para que o cérebro aproveite ao máximo o ambiente de aprendizado. Trate a escola como se você fosse paga para estar lá, como se fosse sua profissão. E se pensar sobre isso, algum dia, o trabalho que você terá, que pagará suas contas e te permitirá comprar uma casa e um carro que você já sabe que quer, virá do tempo que você dedica agora mesmo a assistir às aulas e ir à escola. Então frequente as aulas como se sua vida dependesse disso – porque, no fundo, depende!

2. Mantenha uma agenda de tarefas: manter-se organizada e em dia com as tarefas torna mais fácil aprender. Escolha uma pequena agenda e a decore com adesivos ou desenhos – qualquer coisa que a personalize e a torne verdadeiramente sua. Toda vez que você estiver na escola e uma tarefa for passada, faça uma lista e anote o prazo de entrega. Mesmo que a professora entregue em uma folha impressa ou te direcione para um plano de estudos on-line, escreva com sua própria letra. Escrever as coisas faz com que seu cérebro pense sobre elas e se lembre de uma nova forma. Um fato bem nerd a meu respeito: ao longo do Ensino Fundamental e Médio, eu organizava minha agenda de tarefas com uma cor diferente para cada matéria. Pode não funcionar para você, mas o que quer que você possa fazer para ter bem claro na agenda o que deve ser feito e para quando te ajudará, e muito, a manter tudo em dia!

3. Não procrastine: embora, às vezes, possam haver motivos para que você não faça seu dever de casa logo depois de um longo dia na escola – e alguns cérebros precisam de um descanso antes de atacar o próximo dever –, você aprende melhor quando pode praticar as coisas sobre as quais seus professores falam logo depois de eles terem falado. Fazer o dever de casa após ter aprendido a matéria na aula faz com que seu cérebro processe a informação mais disponível e a registre na memória de maneira mais confiável.

4. Aprenda a dizer não para as distrações: haverá um monte de distrações que tentarão se meter entre você, a escola e o dever de casa, e cada distração tira do seu cérebro o poder de dominar algum assunto. Nosso cérebro precisa de uma mensagem clara e simples quando está tentando aprender. Mensagens de texto te chamando para sair, em vez de fazer o seu dever de casa, ou até mesmo as notificações no seu telefone dizendo que você tem mensagens esperando para serem lidas ficam no caminho do seu hipocampo enquanto tenta fazer seu trabalho. Diga não às distrações, desligando seu celular e a TV durante o tempo de estudo. Você renderá mais e fará melhor o dever de casa.

5. Repita, repita, repita e repita: um dos fatores mais importantes no aprendizado e na memória é a repetição. Quanto mais vezes nós pensamos sobre alguma coisa ou estudamos alguma coisa, mais confiável é o registro do assunto em nossa memória de longo prazo. Cartões podem ser usados para aprender praticamente qualquer assunto, e podem ser revisados a qualquer hora, em qualquer lugar. Fazer listas das coisas a memorizar é também uma ótima forma de engajar seu sistema motor (escrita) no processo de memorização. Isso fortalece a formação da memória e melhora o aprendizado – e torna mais fácil lembrar do assunto na hora do teste.

6. Seja criativa: não se limite a ler para aprender. Empenhe outras partes do cérebro e do corpo no processo! Escrever e reescrever palavras importantes e fatos aumenta o estímulo ao hipocampo e o encoraja a lembrar de todos esses detalhes importantes que seu professor perguntará. Outro truque para estimular o hipocampo e otimizar o aprendizado é transformar os fatos que você precisa memorizar em músicas. Introduzir um componente musical no aprendizado estimula intensamente o hipocampo e fortalece a memória de coisas como a ordem dos planetas, da qual eu só me lembro porque meu professor de Ciências da oitava série a cantou em uma música realmente grudenta, com uma melodia fácil de lembrar. Seja criativa e seu hipocampo te recompensará.