As produções do mais famoso serviço de streaming do mundo, Netflix, ficaram de fora do ranking das 10 melhores séries do ano, de acordo com a análise da mídia dos Estados Unidos. O conceituado site Metacritic reuniu 81 listas realizadas por críticos dos principais veículos de comunicação do país, porém o famoso serviço de streaming não chegou perto da avaliação. A classificação é dominada pelo canal HBO, que conta com o total de três séries.

O sistema de pontuação do Metacritic ocorre da seguinte forma. A primeira soma três pontos, seguida da segunda com dois pontos. Já as escolhidas da terceira até a décima e última posição recebem um ponto cada.

A produção escolhida para ocupar o primeiro lugar foi a série “The Leftovers”, do canal pago HBO, por causa da terceira e última temporada. As ilustres revistas The Hollywood Reporter, Variety e The New Yorker escolheram a produção apocalíptica para o primeiro lugar. A série é um drama enigmático que se passa três anos após um evento global chamado “Partida Repentina”, na qual aconteceu o desaparecimento inesperado e simultâneo de 140 milhões de pessoas, equivalente a 2% da população mundial, no dia 14 de outubro de 2011. O elenco conta com atores como Justin Theroux, Liv Tyler, Amy Brenneman, Christopher Eccleston e Chris Zylka.

O segundo lugar ficou com a produção “Twin Peaks”, do canal Showtime, que ganhou uma terceira temporada neste ano. O enigmático drama do cineasta David Lynch que voltou ao ar depois de mais de 25 anos entrou para o top 10 de mais de 14 críticos especializados. Revistas conhecidas, como Entertainment Weekly, ficaram na dúvida se colocavam a produção de Lynch na lista de séries ou filmes, pois alguns acreditavam que a história era um longa-metragem de 18 horas. Já a prestigiada revista francesa Cahiers du Cinéma colocou a produção no ranking de melhores filmes do ano. Na produção deste ano, vários atores do elenco original voltaram como o ator Kyle MacLachlan. A série ou filme, como vocês quiserem chamar, contou com o total de 18 episódios.

A terceira posição ficou com uma produção de comédia. A série “The Good Place”, do canal NBC. Geralmente, enredos de comédia não ganham espaço em listas avaliadas por críticos especializados. Porém, neste ano foi diferente. A história gira em torno da personagem Eleonor Shellstrop (Kristen Bell) que é atingida e morta por um trator-reboque que transportava um quadro de avisos para os produtos de disfunção erétil. Ela acorda e descobre que entrou na vida após a morte e foi levada para o “lugar bom”, onde pessoas que realizaram boas ações e prestaram caridade em vida são levadas. Porém, ela percebe que foi um erro ter ido para lá, já que ela é bem diferente de tudo o que foi falado. Assim, descobre que foi confundida com outra pessoa com o mesmo nome. A série chama atenção pelas filosofias em meio ao caos que a protagonista vive.

The Good Place

Em seguida, estão duas produções que foram vencedoras do Emmy de 2017: a série “Big Little Lies” (HBO) e “The Handmaid’s Tale”, do serviço de streaming Hulu.

Seguindo a lista, as outras posições ficaram com as séries “Better Things” (FX), “The Deuce” (HBO), “Better Call Saul” (AMC), “Halt and Catch Fire” (AMC) e “Legion” (FX). Vale ressaltar que o drama de “Twin Peaks”, “The Good Place” e “Better Call Saul” são exibidas no Brasil através do serviço de streaming da Netflix, mas não são produções originais da empresa.

 

Top 10 da crítica

1- The Leftovers (HBO)

2- Twin Peaks (Showtime)

3- The Good Place (NBC)

4- Big Little Lies (HBO)

5- The Handmaid’s Tale (Hulu)

6- Better Things (FX)

7- The Deuce (HBO)

8- Better Call Saul (AMC)

9- Halt and Catch Fire (AMC)

10- Legion (FX)