NoEscurinho2

Mais forte que Bombas

O diretor de “Oslo, 31 de agosto”, estreou na Seleção Oficial do Festival de Cannes do ano passado o seu primeiro trabalho realizado nos Estados Unidos.

Foto 1

“Mais forte que bombas” se passa Três anos após a morte da fotógrafa Isabelle Reed (Isabelle Hupert). Uma exposição celebrando o seu trabalho traz o filho mais velho de volta para a casa da família, assim ele precisa passar mais tempo com o pai Gene (Gabriel Byrne) e com seu recluso irmão mais novo Conrad (Devin Druid) do que ele passou em anos. Sob o mesmo teto, Gene tenta conectar-se desesperadamente com os filhos, porém eles lutam para reconciliar seus sentimentos em relação à uma mulher de quem eles se lembram de maneiras tão distintas.

Trier disse que ficou feliz com a possibilidade que o trabalho em inglês trouxe, possibilitando desenvolver um projeto com atores internacionais, o que ele queria muito fazer. Além disso, segundo o diretor, o título do primeiro álbum americano da banda “The Smiths” dá nome ao filme, por “refletir o equilíbrio entre as pequenas e tenras dores da vida familiar em oposição às grandes ambições e experiências de uma mãe que está trabalhando no exterior como fotógrafa de guerra”.

O drama será lançado nos cinemas brasileiros no dia 7 de abril.

Gleicy Favacho é uma maquiadora com alma de artista. Quando pequena sonhava em descobrir um mundo fantástico através do armário muito antes de se ouvir falar em Nárnia. Essa imaginação a levou a seguir uma profissão onde ela pudesse participar da construção de vários mundos e histórias diferentes, sendo apaixonada por cinema, teatro e outras artes. Claro que, sendo adulta, já mantém um pouco mais os pés no chão, mas sempre olha dentro de um armário ou outro, afinal, vai que… né?