A geração atari

Pode parecer mentira, mas toda essa geração de videogames super modernos que existe hoje teve uma origem bem mais simples. E quem é da década de 80 conhece muito bem o famoso Atari, que podemos considerar o “pai” dos games atuais.

Mas antes dele a primeira geração de videogames pioneiros foram os pongs domésticos, de 1975, e o tele jogo, de 1977. O Atari faz parte da segunda geração, lançado no início da década de 80. Depois vieram o Nintendo (1990) e PlayStation (1999). Agora os consoles estão na sétima geração.

O Atari era composto por consoles muito fáceis de manusear, com apenas um botão e uma alavanca, e seus jogos eram super divertidos. Um dos que eu mais gostava e, acredito ser o mais conhecido, é o “Pacman”, que consistia em fugir pelos labirintos dos monstrinhos que devoravam o nosso, ao mesmo tempo que ia comendo a linha pontilhada para vencer o jogo.

O que era mais engraçado é que os pais costumavam dizer que não podíamos usá-lo por muito tempo, pois estragava a televisão. O game era ligado nela através de um receptor no qual tinha um seletor para mudarmos da tv para o jogo.

Obviamente existiam outros tantos jogos que faziam sucesso. Os cartuchos eram onde estavam armazenados os jogos e, consequentemente, tínhamos que assoprá-lo para ele funcionar. Era o máximo isso!

Mas com o passar dos anos o belo Atari foi sendo “esmagado” pelo surgimento de outros games mais avançados e começou a ficar obsoleto. Hoje, ele é considerado um artigo de colecionador apaixonado.

Existe uma página no facebook que é tanto dedicado a esse ícone dos games quanto a outras coisas da década de 80.

Por: Rodrigo Zingano

CLOSE
CLOSE