Nicholas Sparks, o queridinho de muitos românticos e dramáticos de plantão, é escritor, roteirista e produtor de muitos filmes de grande sucesso. Para ajudar a peneirar o que Sparks tem de tão precioso – visto que, ultimamente, suas histórias têm sido muito repetitivas em certos aspectos -, segue uma lista dos melhores filmes baseados em suas obras.

  • O diário de uma paixão (2004)Disparada como a mais bonita e brilhante obra baseada no livro de Nicholas Sparks, a história se passa nos anos 40, mas é narrada por um idoso, em um asilo, para uma de suas colegas do local nos tempos atuais. A trama conta como Noah Calhoun (Ryan Gosling) e Allie Hamilton (Rachel McAdams) viveram um intenso amor de verão em Seabrook Island, na Carolina do Sul, mesmo vindo de classes e lugares muito distintos. Com o fim das férias, a jovem de 17 anos precisou retornar para sua cidade e teve que se afastar do jovem operário. Apesar de um se corresponder com o outro, nunca receberam uma única carta, já que a mãe de Allie sempre fez questão de impedir a felicidade do casal. Anos se passaram, mas o destino resolve ajudar em relação a distância dos dois, fazendo com que eles se reencontrassem e, assim, novamente, pudessem voltar a se entender.
  • Um amor para recordar (2002)Como um dos filmes mais lacrimejantes baseado em livro, “ Um amor para recordar”, com Mandy Moore e Shane West, conta sobre a transformação de um menino inconsequente e irresponsável para um ser com virtudes e amoroso. Landon Carter, vivido por Shane West, apronta uma brincadeira de incrível mau gosto e, como forma de punição feita diretor da escola a qual frequenta, o jovem rebelde é obrigado a participar da produção de uma peça. Através dos ensaios, Landon se aproxima de Jamie Sullivan, a doce e ingênua filha do pastor da cidade. Por ter um bom coração, Jamie se compromete a ajudá-lo com suas falas, mas com a condição de que ele não se apaixonasse por ela. Encarando esse aviso sem nenhum medo, o menino acaba descobrindo uma Jamie que foi escondida por todos esses anos, com muitos desejos e sonhos a serem realizados. Conforme a convivência, Landon acaba quebrando sua promessa e faz com que não só ele, mas todos nós nos apaixonemos perdidamente por Jamie e pela história de amor dos dois, apesar de todas as complicações que o destino tenha posto no caminho.
  • Querido John (2010)Com Amanda Seyfried de “Cartas para Julieta” e Channing Tatum de “ Ela é o cara”, o filme baseado no best-seller homônimo de Nicholas Sparks conta a história de Savannah e John, que se conheceram no verão, passaram duas incríveis semanas de amor e, depois, tiveram que se separar devido à convocação de John para servir ao exército americano. No início, o relacionamento é mantido aceso através de cartas, mas, como em muitos casos, a vida acaba interferindo e o casal precisa achar uma forma de se reencontrar um com o outro.

O longa encontra-se disponível na Netflix.

  • A última música (2010)O filme – responsável pela união do casal Miley Cyrus e Liam Hemsworth para fora das telinhas – mostra a história de uma adolescente revoltada, chamada Ronnie (Miley Cyrus), obrigada pela mãe a passar o verão na casa de seu pai, com quem tem um péssimo e distante relacionamento. Chegando lá, Steve (Greg Kinnear) tenta se reaproximar de sua filha através da afinidade pela música, mas mal sabia que o motivo da união viria de uma paixão de verão de sua filha com o cidadão local Will Blakelee (Liam Hemsworth).

Como o próprio título já indica, a última música, feita pela protagonista, é um dos grandes destaques que a obra tem. Cantada por Miley Cyrus, “ When I look at you” ganhou como melhor música, no quesito “ canção de amor”, no Teen Choice Award em 2010.

  • Uma carta de amor (1999)

Apesar de não ser tão conhecido pela nova geração, o filme “ Uma carta de amor”, estrelado por Kevin Costner e Robin Wright Penn, tem uma história tão bonita e única como os demais. O longa desenvolve a narrativa da jornalista Theresa Osborne, que, em um passeio pela praia, encontra uma carta de amor dentro de uma garrafa. Após se sentir completamente tocada pela sinceridade e sentimentalismo da carta, ela resolve ir atrás do autor. Com a vantagem da profissão, Theresa consegue descobrir que foi escrita por Garret Blake, um construtor de barcos do estado da Carolina do Norte, para sua mulher Catherine, que faleceu precocemente. Ao conhecer, finalmente, o personagem de Costner, a jornalista divorciada acaba se envolvendo com o viúvo. Contudo, como qualquer drama de Sparks, eles se deparam com muitos obstáculos para que esse amor possa existir e se fortalecer.