O ano de 2017 está acabando e, no meio de tantos lançamentos e relançamentos, alguns quadrinhos chamaram muito a atenção. Por isso, nós aqui da Woo! separamos só os melhores lançados aqui no Brasil pra você.

Lançamentos

Primeiramente vamos falar dos lançamentos do ano. Quadrinhos inéditos aqui no Brasil que chegaram com tudo e são excelentes histórias.

Universo DC: Renascimento

Definitivamente um dos melhores lançamentos do ano. O one-shot “Universo DC: Renascimento” foi o responsável por iniciar toda uma nova fase da editora, voltada para agradar tanto o leitor novo quanto o antigo.

Junto a este one-shot vale a pena citar também alguns títulos dessa fase como: “Batman”, “Detective Comics”, “Superman”, “Action Comics” e “Hal Jordan e a Tropa dos Lanternas Verdes”. Todos estes títulos excelentes que mostram o potencial dessa nova fase da DC.

Cavaleiro da Lua

Se tem um personagem da Marvel que só tem tido pontos altos recentemente, este personagem é o Cavaleiro da Lua. Desde a década passada o personagem só tem histórias excelentes e cada vez melhores. O ponto alto desta curva chegou esse ano com “Cavaleiro da Lua #4 e #5″, que apesar da numeração, trata-se de uma história nova. Nesta história o Cavaleiro da Lua, ou melhor, seu alter ego Marc Spector acorda em um manicômio sem saber como chegou ali e sendo tratado como um paciente louco com ilusões de grandeza. Definitivamente vale o investimento.

Thor

Desde que o autor Jason Aaron começou a escrever o título doThor ficou claro que algo grande viria para o personagem. E não foi a toa, considerado já uma das melhores fases do personagem, esta chegou a um ponto de mudança. Este ano estreou no Brasil o título da Thor, a versão feminina do Deus do Trovão. Apesar de muitos terem torcido o nariz para a mudança, estes foram obrigados a torcê-lo de volta, pois a personagem não só tem uma história excelente como se mostra muito melhor que o próprio Thor em seu trabalho. Vale comentar também que na mesma revista aparece a minissérieThe Unworthy Thor” (“Thor, o Indigno” em tradução livre) também escrita pelo mesmo autor e igualmente boa.

Paper Girls

Publicado nos Estados Unidos pela editora Image Comics, esta história pode ser descrita como “Stranger Things” em forma de quadrinho. Com a mesma ideia, a história se passa na década de 80, em uma cidade pequena, onde um grupo de garotas acaba se envolvendo em acontecimentos bizarros. Pareceu descrição de filme da Sessão da Tarde? Bem, os filmes que inspiraram tanto Paper Girls” quanto “Stranger Things” são constantemente repetidos ali, então não é nenhuma surpresa.

Relançamentos

Mas não só de lançamentos vive um fã de quadrinhos, ainda mais se este fã tiver começado recentemente. A procura por clássicos e histórias boas do passado das editoras também é grande, por isso, separamos também os melhores relançamentos aqui no Brasil.

Superman: Entre a Foice e o Martelo

O que aconteceria se o Superman caísse em plena União Soviética ao invés de cair nos Estados Unidos? Se a ideia de ver como seria um Superman comunista não gerou o mínimo de interesse em você, saiba que essa história foi escrita por Mark Millar, mesmo autor de “Guerra Civil” e “Kick-Ass”, então no mínimo vale a conferida. É o tipo de história que na mão de qualquer autor menos competente poderia se tornar um cliché ambulante, mas que na mão do Millar vira uma história épica e muito bem trabalhada.

Lanterna Verde: A Noite Mais Densa

Um dos maiores arcos do Lanterna Verde finalmente foi republicado em formato de luxo. Em meio a uma guerra entre todas as tropas do espectro emocional, surge uma nova ameaça que pode extinguir a todas elas, fazendo com que elas tenham que deixar as diferenças de lado e se juntar para derrotar este novo inimigo. Uma história excelente que vale a pena ser conferida.

Arqueiro Verde: Máquina Mortífera

Uma das melhores, se não a melhor, história dos Novos 52 da DC. Apesar de equivaler ao volume 4 americano, este encadernado pode ser lido sem nenhum problema, pois o autor descartou praticamente tudo que veio antes no título. Aqui Jeff Lemire reapresenta muitas das características principais que fazem parte da mitologia do Arqueiro Verde, mostrando uma história de tão alto nível que deixa claro porque ele é um dos melhores autores de quadrinhos atualmente.

Homem de Ferro: O Homem Mais Procurado do Mundo

Um pouco após a Guerra Civil, a Terra foi invadida por alienígenas. Em meio a toda a confusão, aquela que soube se aproveitar da situação e saiu dela visto como heróis pelo público foi Norman Osborn. Sim, o Duende Verde. Por conta disso, ele vira o chefe da M.A.R.T.E.L.O., a nova S.H.I.E.L.D. E um dos primeiros atos dele é caçar o Homem de Ferro como se o mesmo fosse um criminoso. É muito interessante ver como o Homem de Ferro tem sua vida virada do avesso. Até pouco tempo ele estava caçando outros heróis por conta da Lei do Registro durante a Guerra Civil e agora o caçado é ele mesmo. Esse é o início de uma fase considerada a melhor fase do herói.

Demolidor: Decálogo

Finalizando a fase escrita por Brian Michael Bendis e desenhada por Alex Maleev, temos a terceira parte intitulada Decálogo. Nesta parte notamos um maior desenvolvimento tanto do relacionamento entre Matt Murdock e Natasha Romanoff, a Viúva Negra, quanto da história do Rei do Crime e o que aconteceu enquanto Matt tomou o posto de seu inimigo. Assim como o resto da fase, este encadernado definitivamente merece sua atenção.

Alias

Aguardado para relançamento neste mês de dezembro, aqui temos o início do selo MAX na Marvel, de publicações mais adultas. Esta é a história que deu origem a série “Jessica Jones”, onde a personagem enfrenta a volta de Killgrave, o Homem Púrpura, e deve lidar com este personagem que mexe tanto com o psicológico dela.

Hellblazer

Um dos melhores quadrinhos adultos já publicados pelo selo Vertigo da DC. Hellblazer começou  a ser republicado em abril deste ano, já contando com 4 edições lançadas de sua primeira fase, intitulada Origens. Aqui conhecemos John Constantine, um mago egoísta e controverso que utiliza de meios nada ortodoxos para resolver seus problemas.

The Walking Dead

Outro relançamento muito aguardado para este mês de dezembro é da série The Walking Dead”, agora pelas mãos da editora Panini. Aqui conhecemos Rick Grimes, um oficial de polícia que acorda de um coma em meio a um apocalipse zumbi, enquanto procura sua família e tenta mantê-los vivos. Quadrinho excelente tanto para quem curte a série quanto para quem não curte. Possuindo uma história muito melhor e um desenvolvimento que mantém o leitor preso.

Menções honrosas

Esse ano também tivemos a continuação de alguns lançamentos e relançamentos de anos anteriores que valem a pena serem citados.

  • Sandman
  • Preacher
  • Y: O Último Homem
  • Vampiro Americano
  • Saga