Hoje é véspera de Natal, dia de vestir roupa nova pra ficar na sala mexendo no celular, de ouvir piadinhas clássicas, “Pavê ou pra comer!?”, ter suas tias perguntando “E as namoradinhas?” e todo mundo falando “Você engordou!”. Pois é, Natal em família costuma ser assim e talvez o clima de “tensão” devido a política nacional pode alterar os ânimos em alguns lares brasileiros, mas não vamos deixar que isso aconteça não é mesmo?!

Também não podemos deixar de fora a clássica música “Então é Natal”, cantada pela Simone, que todo ano vem embalar nossa ceia familiar. Para manter esse clima leve e sutil, sem aumentar as perguntas e nem chocar a “tradicional família brasileira”, nosso MixTape traz uma seleção para não tocar nessa reunião, ou então liga o f… nessa e deixa arder! Independente da sua escolha, vamos ao nosso Mix…

Se antes as bil faziam entrada triunfal com “Crazy In Love”, da Beyoncé, esse ano será diferente, pois a música da vez é “Dona”, da drag e rapper Gloria Groove. Mas não tenha dúvidas que suas tias evangélicas ficaram horrorizadas, quando ouvirem “Eu sou a dona, a dona da porra toda!”, mesmo sem saber que é uma drag brasileira, maravilhosa, cantando.

Falando em chocar as tias, os primos mais conservadores e seus avós, não podemos esquecer de “Arregaçada”, da Banda Uó. Bom, se eles nunca ouviram a expressão, o que acho muito difícil, certamente essa música é mais do que explicativa. Tem horas que nem eu mesmo acredito no que estou ouvindo e caio na gargalhada.

Agora, pra levantar um debate interessante ou uma treta forte, você tem duas mulheres intensas na música brasileira. A parceria de Mc Carol e Karol Conka renderam a música “100% Feminista”, com muito Girl Power e uma letra fortíssima. Pra causar com o tios e primos machistas, dando um coió com classe, manda a letra ‘bunytha’.

Ainda que tenha uma letra bem ‘tranquila’, a música “Leite”, do cantor mineiro Lineker pode chocar os parentes mais velhos, afinal, sua essência, ainda de subliminar, é ouvida em alto bom som e leite ganha um duplo sentido delícia. Vou confessar que essa música desperta um trem, que olha, talvez seja melhor não colocar mesmo em reunião de família.

Se você não tem ninguém que faça parte e/ou frequente religiões de matrizes africana como o candomblé e a umbanda, arrumar treta na reunião de família é fácil, basta colocar uma música de batida forte, bem marcada, cantado em uma língua completamente desconhecida que o circo já estará armado e vão dizer que você tá querendo fazer uma macumba no natal. Pois é, a ignorância não tem limites. “Bim-Bim-Bim” do Caê Rolfsen, que já falamos dele aqui, pode ser um exemplo.

Se te enxerem muito o saco você fala: “Gente, a história de Jesus Cristo tem vários plágios oriundos da história do deus egípcio Hórus. Dia 25 de dezembro também é aniversário de Dionísio, deus das festas e do vinho, na mitologia grega, e Papai Noel é, em várias teses, um simbolo de pedofilia.”

Pronto filho, o circo tá armado e as tretas de política serão deixadas de lado para entrar em méritos religiosos. Mas aí, pra acalmar a bagaça toda, você volta com “Então é Natal”, da Simone, que vai dá tudo certo, mas ninguém, nunca mais, vai te deixar fazer o MixTape das reuniões de família.

Antes de terminar o nosso Mix, a imagem dessa publicação é da música “Império”, da Gloria Groove, que também é mara. Coloquei pra chamar atenção mesmo!

Eu vou ficando por aqui, desejando um Natal em paz, (emoji de diabinho rindo), muita luz, amor e respeito pelas diferenças, viu gente?! Aproveite para rever os parentes queridos, estar do lado de quem gosta e comer muito! Ano que vem você faz dieta. Beijos molhados, abraços apertados e um cheiro! Pense bem no seu MixTape natalino. Até!

CLOSE
CLOSE