“Os fantasmas vão se encontrar à meia noite ao luar, e o pior vem na escuridão sem cabeça e sem coração…” Para quem não se lembra, essa é a música do Cavaleiro Sem Cabeça, presente no clássico “As Aventuras de Ichabod e Sr. Sapo” e uma das que melhor representam o Halloween! Mas hoje não é sobre isso que vamos falar, foi só para entrar no clima da indicação do dia que tem tudo a ver: Pato Donald – A Noite das Bruxas por Carl Barks.


Desde o ano passado a Editora Abril vem lançando a nova coleção com as obras de Carl Barks, e o último volume lançado não podia ter sido em época melhor. Com a chegada do Halloween, nada mais adequado que dar aos fãs a oportunidade de conferir a história “A Noite das Bruxas”, onde Barks fez uma versão em quadrinhos do curta animado “Trick or Treat” (no original, a animação e a HQ tem o mesmo título).

O curta marca a estreia da bruxa Vanda (Witch Hazel) e de sua fiel vassoura Jezebel (Beelzebub), mas se você conhece apenas a versão animada, vale a pena conferir a adaptação para os quadrinhos. Como o desenho de 7 minutos utilizava muito humor pastelão (o que era de se esperar nas animações da época), Barks achou necessário fazer adaptações para transformar esse curta-metragem em uma história principal de 32 páginas. Muitas das ideias criadas por ele para essa adaptação não foram consideradas aceitáveis pela editora, que simplesmente apagou o material extra do quadrinista e não o remunerou por ele. Nessa edição, temos “A Noite das Bruxas” completamente restaurada, como Barks gostaria que tivesse sido publicada desde o início, incluindo a aparição de um dos personagens mais surreais já criados pelo artista, o ogro de seis braços chamado Smorgasbord.

Além de “A Noite das Bruxas”, a coletânea traz mais quadrinhos com Halloween como tema. Em “O Enganador de Duendes”, o professor Pardal apresenta aos sobrinhos de Donald uma invenção que dá conselhos para se livrarem das travessuras de duendes, que segundo o professor ficam ainda mais encrenqueiros na época do Halloween. Mas, será que usar essa invenção será mesmo uma ideia boa ou confiar no Pardal pode ser mais perigoso que se deixar levar pelas travessuras dos duendes?

Para quem curte as histórias do primo Gastão, essa edição traz algumas HQs memoráveis como “O Azar do Sortudo”, “Feitiço x Feiticeiro” e “Procura-se um Herdeiro”, essa última uma versão “Barkiana” da parábola dos talentos, onde assim como cada trabalhador deve fazer o melhor com os talentos que recebeu, cada sobrinho do Tio Patinhas recebe (sem saber que é um plano do tio quaquilionário) um “pote de ouro” contendo mil patacas. Essa é a forma que Tio Patinhas encontrou de decidir qual dos seus sobrinhos tem o que é necessário para herdar sua fortuna.

Além das histórias em quadrinhos, assim como os outros livros dessa coleção, “A Noite das Bruxas” traz a galeria de capas originais, incluindo, claro, a capa da adaptação do curta “Trick or Treat” e os textos explicativos, cheios de fatos interessantes, curiosidades e notas sobre as HQs do Homem dos Patos, todos eles escritos por quem mais entende do assunto. Vale lembrar que as cores dessa coleção foram restauradas para ser o mais fiel possível ao que foi publicado na época. A tradução ficou por conta de Marcelo Alencar, grande nome dos quadrinhos nacionais e que desde os anos 90 traduz HQs Disney para a Editora Abril. As letras são de Lilian Mitsunaga, a mais conhecida letrista de quadrinhos do Brasil, que foi a artista homenageada no Festival Guia dos Quadrinhos esse ano. Lilian se inspirou no letreiramento da época para esse trabalho. Entre “Gostosuras ou Travessuras”, fique com essa edição da coleção de Carl Barks para passar o Halloween, e cuidado ao abrir a porta se alguém bater, a bruxa Vanda pode estar querendo ajudar crianças a conseguir doces por aí!