Sombra e água fresca. Duas coisas que já nos fazem pensar em férias e, principalmente, em viajar. Uma viagem para um lugar de praia onde não é preciso pensar em nada, só aproveitar. Mas para isso, não é necessário envolver hotéis cinco estrelas ou pegar o avião para o exterior.

Buscar praias locais, lugares que dê para chegar de carro ou ônibus, são ótimas opções, ainda mais em tempos de crise, que nosso bolso está sentindo a diferença. Mesmo com as dores cabeça por conta do financeiro, temos aquela necessidade de arrumar as economias e aproveitar um pouco.

Pensando nisso tudo, depois de ouvir essa dica de viagem de um amigo, fez crescer a vontade de fazê-la diferente. O Trilhando traz então uma ideia bem aventureira, que já está até no nome. A escolha é a Praia do Aventureiro, em Ilha Grande (RJ). Ela é considerada como a quarta das sete maravilhas da Ilha.

Preparado para adicionar esse lugar na sua lista de viagens?

Para quem ama praia e é principiante no quesito acampar, pode colocar esse lugar no topo da lista. Além de paradisíaco, Aventureiro não possui sinal algum de telefone, o que torna a praia ainda mais tranquila, e seus visitantes quase incomunicáveis (para os desesperados que não vivem sem internet, existe uma rede Wi-fi, mas esta é responsabilidade do governo, então boa sorte em conseguir usá-la). O local é preparado e tem estrutura para acampar, principalmente para os aventureiros de primeira viagem. Uma viagem desse tipo,  é preciso primeiro pensar e se organizar duplamente, o que levar e as necessidades, de acordo com a duração da estadia e o lugar. Para dar aquela ajuda, segue abaixo os tópicos principais para você organizar seus dias de acampamento.

Autorização

A Praia do Aventureiro está localizada na Reserva do Desenvolvimento Sustentável, por isso é necessário uma autorização de entrada. O lugar possui um número máximo de 560 pessoas permitidas por dia, além dos moradores. A autorização é responsabilidade da prefeitura de Angra dos Reis, sendo possível de consegui-la no dia do embarque no posto de informações turísticas na Praia do Anil, Centro de Angra dos Reis, com atendimento pessoalmente das 8h às 17h. Ao assinar a autorização, ganha-se uma pulseira, que deve ser usada durante todo o período de estadia. Importante: o planejamento em época de alta temporada tem que ser diferente, deve ser feito com antecedência pois a praia fica sujeita a lotação.

Transporte

O mais comum e utilizado é o barco que sai direto do porto de Angra até Aventureiro. Durante a alta temporada, a locomoção é feita por quatro pessoas diferentes, devido a maior demanda. Já na baixa, há um barco que faz uma à duas viagens por dia, às 10 horas e às 16 horas. Uma dica é ir no primeiro horário de saída, levando aproximadamente quatro horas, sendo o tempo de viagem dividido entre mar calmo e depois aberto. Por isso, é importante consultar a previsão do tempo. A média de preço do transporte fica em R$ 100,00, separados em cinquenta para ida e para a volta.

Camping

Existem cerca de 16 campings espalhados pela praia. O preço da diária depende da época e qual deles ficar, entre uma faixa de R$ 20,00 à R$ 35,00. O mais conhecido é o Camping do Luis, considerado um dos melhores. Possui cozinha coletiva com fogão e pia, banheiros com chuveiros quentes e frios e quatro sanitários, tomada e quadra de areia de vôlei. Além disso, o camping dispõe de um restaurante, com café da manhã e pratos simples, e aluguel de barracas, pranchas de surfe e stand up paddle. Outra dica é saber se há geladeira no camping, para o caso de não, optar por levar alimentos não perecíveis.

Praias

A praia do Aventureiro faz parte da Reserva Biológica Estadual da Praia do Sul, de 1981. Ela engloba o Parque Marinho do Aventureiro, as praias do Demo, do Sul e do Leste. Conta também com duas lagoas em meio a um imenso mangue, onde é possível encontrar camarões, robalos, tainhas e até lontras.

Destaques para Conhecer

  • Em Aventureiro: dois mirantes, o de Sundara, que possui uma trilha de 20 minutos e visão de toda praia, e o do Coqueiro, em uma das pontas com o conhecido “coqueiro deitado” e uma pedras basicamente dentro do mar.

  • Em Parnaioca: saindo de Aventureiro, é necessário transporte, com custo entre 30 à 45 reais por pessoa ida e volta. É uma praia como Aventureiro, mas possui também um rio, com cachoeira, um lago de água doce e um rio maior com diversas quedas d´águas.

Fica aqui mais uma sugestão de viagem para um lugar de praia. Afinal, é difícil não se apaixonar pela Praia do Aventureiro, não é? Que tal essa a aventura para a próxima viagem?