Hoje em dia muito se fala das adaptações para o cinema de personagens dos quadrinhos. Sejam personagens novos ou arcos conhecidos, todo filme novo da Marvel ou DC tem feito burburinho. Mas as adaptações quadrinescas não dependem apenas desse eixo Marvel/DC. Muito pelo contrário. O cinema já conta com excelentes adaptações de quadrinhos que fogem desse eixo, sejam obras mais conhecidas como “Watchmen”, “Sin City”, “Kick-Ass” ou “Kingsman”, até aquelas que poucos sabem se tratar de quadrinhos como Do Inferno ou O Procurado.

Nessa ideia de fugir um pouco deste eixo dominante tanto nos quadrinhos quanto nas adaptações, buscamos juntar aqui ótimos quadrinhos que mereciam uma adaptação, seja em forma de filme ou série de TV.

Vampiro Americano

Já falamos um pouco sobre esse quadrinho no especial de Halloween. Aqui vemos a história de Skinner Sweet, o primeiro vampiro da espécie americana. Acompanhamos tanto sua origem quanto a vida pacata da personagem Pearl, que sonha em ser atriz de cinema, mas acaba envolvida na trama vampiresca.

Como dito antes, nas palavras de Stephen King: “Tudo aqui está relacionado ao fato de devolver os dentes afiados que essa mania atual do ‘vampiro fofinho’, de modo geral, roubou dos chupadores de sangue”. E que forma melhor de fazer isso do que reapresentar para o público estes vampiros grotescos e assustadores na forma de uma série de TV?

“Vampiro Americano” é perfeito para o formato de série de temporadas curtas, cada uma podendo adaptar um volume completo do quadrinho, aproveitando do fato de que entre volumes acorrem saltos temporais. Cada capítulo e volume terminam com momentos de tensão suficientemente bons para manter o espectador preso. E o restante da história não fica atrás em termos de qualidade. Seria uma série que agradaria tanto antigos apreciadores de obras de vampiros, quanto novos espectadores a procura de uma série de qualidade.

Paper Girls

Também citado anteriormente como um dos melhores lançamentos de 2017, aqui no Brasil, “Paper Girls” também seria perfeito para adaptação no formato de série. O quadrinho, que ganhou o prêmio Eisner de melhor série estreante em 2016 e foi indicado para melhor série em 2017, conta a história de quatro adolescentes entregadoras de jornal que, em um dia das bruxas em 1988, acabam esbarrando em uma trama de ficção científica com direito até a alienígenas.

Mas porque ela seria perfeita para uma adaptação? Bem simples, o formato do quadrinho segue o estilo oitentista de obras de grande sucesso tanto antigas quanto recentes como “Os Goonies”, “Conta Comigo”, “It – A Coisa” e “Stranger Things”. E convenhamos, quem não adora esse estilo oitentista?

Saga

O que aconteceria se misturássemos “Star Wars”, “Romeu e Julieta”, “Flash Gordon”, “Game of Thrones” e “Senhor dos Anéis”? Certamente uma mistureba bem inusitada. Pois essa mistura tem nome e se chama “Saga”. “Saga” é um dos quadrinhos de maior sucesso atualmente e conta a história de Alana e Marko.

Alana é nativa de Aterro, o maior planeta da galáxia e também o mais avançado tecnologicamente. Marko, por sua vez, vem de Grinalda, o único satélite de Aterro, onde os habitantes são acostumados a utilizar magia.  Porém, ambas as raças estão em guerra uma com a outra. Guerra essa que é indireta, pois a destruição de qualquer um dos dois arruinaria a órbita do outro. Assim, a guerra é terceirizada para outros planetas e, por isso, Alana e Marko estão sempre em fuga, tentando salvar sua filha, Hazel.

Esta história tem tudo para ser adaptada em uma série de filmes excelente, tendo elementos de ação a romance, tornaria-se uma ópera espacial tal qual Star Wars.

Y – O Último Homem

Temos que admitir que roubamos um pouquinho ao colocar “Y – O Último Homem” nesta lista. Isso porque Y já teve adaptações anunciadas previamente. Primeiramente foi anunciado em 2007 uma adaptação cinematográfica pela New Line Cinema, mas como a mesma não foi realizada até 2014, o prazo expirou e os direitos voltaram para os criadores. Então, em 2015 a Fox anunciou que produziria uma adaptação no formato de série para o canal FX, mas desde então tivemos poucas informações sobre a mesma. Considerando a recente compra da Fox pela Disney, a situação da adaptação fica ainda mais nebulosa.

Como o nome sugere, a história começa com um evento de dizimação de todos os mamíferos com um cromossomo y. Todos menos o personagem principal, Yorick, e seu macaco, Ampersand. Mas o que nas mãos de um escritor qualquer seria um completo besteirol, nas mãos do autor Brian K. Vaughan se torna uma história profunda repleta de críticas sociais. Além de valer muito a leitura, o próprio quadrinho é estruturado de uma maneira que seria facilmente adaptado para uma série.

Sandman

Poucos leitores de quadrinhos desconhecem essa obra que é considerada por muitos um dos melhores quadrinhos já feitos. E menos ainda são aqueles que já leram e não esperam uma adaptação dessa obra incrível. Assim como Y, já houveram anúncios de filme e série de “Sandman”, mas nenhum deles foi para a frente, o que é uma infelicidade, visto que a obra poderia ser adaptada de ambas as maneiras.

A história segue Morfeus, o senhor dos sonhos, que é aprisionado por um humano e, ao finalmente se libertar após muitos anos, deve ir atrás de seus itens mágicos, poderosos demais para mãos humanas. Apesar da premissa inicialmente simples, a história toma um rumo muitas vezes filosófico e adulto que presenteia o leitor com uma profundidade difícil de achar em outras obras.

Menção Honrosa: Graphic MSP

Por fim, deixamos uma menção honrosa para as diversas Graphic MSP. Tratam-se de versões levemente mais maduras dos personagens da Turma da Mônica. Já fomos agraciados com diversos volumes desta coleção, com direito a histórias do Astronauta, Mônica, Bidu, Penadinho, Chico Bento e diversos outros, sempre com uma qualidade indiscutível. Por se tratarem de histórias curtas, combinariam com uma adaptação em forma de curta metragem ou até mesmo no estilo do “Cine Gibi – O Filme”, que juntava diversos curtas em um filme longa metragem assistido pelos personagens da turma.