Marcando a estreia de David F. Sandberg na direção, o longa arrecadou R$2,8 milhões no Brasil em seu primeiro final de semana 

“Quando as Luzes se Apagam”, o aclamado sucesso de terror produzido por James Wan e que marca a estreia de David F. Sandberg na direção de longa-metragem, já ultrapassou a marca de US$100 milhões nas bilheterias do mundo todo. O anúncio foi feito por Veronika Kwan Vandenberg, Presidente de Distribuição Mundial da Warner Bros. Pictures.

            O filme, de orçamento modesto, conquistou o público da América do Norte em sua estreia, 22 de julho, apresentando um forte final de semana de abertura e mantendo seu ritmo para um acumulado de US$ 63,1 milhões nos Estados Unidos até o momento. Isso, combinado com um acumulado internacional estimado em US$41,7 milhões, leva sua bilheteria mundial a mais de US$100 milhões, e o filme ainda irá estrear em alguns países na Europa e na Ásia.

No Brasil, o filme abriu na terceira posição, levando 185 mil pessoas aos cinemas e acumulando um total de R$ 2,8 milhões, mantendo a segunda melhor média de espectadores por sala no final de semana.

Sandberg recebe seus primeiros créditos como diretor de longa-metragem em “Quando as Luzes se Apagam”, após uma sequência de curtas de terror que gerou uma base de fãs entusiasmados na internet, incluindo o que inspirou o filme.

O feito de “Quando as Luzes se Apagam” também marca mais um êxito de público e crítica para Wan, cujos projetos incluem os sucessos de bilheteria mundial “Invocação do Mal”, “Invocação do Mal 2” e “Annabelle”.

            A próxima parceria entre os cineastas é “Annabelle 2”, previsto para estrear em 2017, com Sandberg novamente na direção e Wan como produtor.

            “Parabéns aos nossos colegas da New Line, ao diretor David F. Sandberg e a todo o elenco e produtores que fizeram Quando as Luzes se Apagam ser uma experiência tão emocionante nos cinemas. O público ao redor do mundo tem respondido positivamente e como o filme ainda vai estrear em muitos mercados, há muito mais por vir”, afirma Kwan Vandenberg.

Sobre o filme

Do produtor James Wan (“Invocação do Mal 1 e 2”), vem um conto de um terror desconhecido, que se esconde no escuro.

Quando Rebecca saiu de casa, ela pensou que deixaria seus medos de infância para trás. Enquanto crescia, ela nunca teve realmente certeza do que era e não era real quando as luzes se apagavam… Agora é seu irmão mais novo, Martin, que está enfrentando os mesmos eventos inexplicáveis e aterrorizantes que antes testaram a sanidade e ameaçaram a segurança dela. Uma entidade assustadora com uma ligação misteriosa com sua mãe, Sophie, ressurgiu. Mas desta vez, como Rebecca se aproxima da verdade, não há como negar que a vida de todos eles está em perigo… quando as luzes se apagam.

Teresa Palmer (“Polícia em Poder da Máfia”, “Meu Namorado é Um Zumbi”) estrela no papel de Rebecca; Gabriel Bateman (“Annabelle”) como Martin; Billy Burke (franquia “Crepúsculo”) como o pai de Martin, Paul; Alexander DiPersia (“Forever”) no papel do namorado de Rebecca, Bret; e Maria Bello (“Os Suspeitos”) como Sophie.