Hoje, no Bookland, teremos a continuação de “A Filha do Norte” Volume 1  que já falamos por aqui. Em “A filha do Norte” Volume 2, a história de Michele continua. Mas agora, ela já conquistou todos os Vergamini, por mais que nem todos reconheçam isso. Deixando a história ainda mais interessante, uma vez que descobrimos o grande segredo de Michele.

Aos poucos a autora vai nos contando um pouco do que aconteceu na infância da personagem, porém não deixa muito claro logo de cara, criando uma atmosfera de mistério e nos deixando muito curiosos.

Além disso, ficamos impressionados como os Vergamini mudam, ao ponto de se apaixonarem por ela, mas ainda assim mostram que são egoístas e pensam no próprio bem-estar. Mas é por causa dessa paixão que eles não percebem que Michele corre perigo, e eles são cruciais para que ela fique a salvo.

O enredo

O enredo, em si, em certos pontos pode parecer um pouco infantil, pois por muitas vezes, alguns dos personagens que são considerados muito ruins, mudam da água para o vinho em um período muito curto de tempo. Fazendo-nos pensar o quanto a personagem principal realmente é um ser especial.

Nesse segundo livro, Luisa Soresini foca muito mais na história de Michele, mostrando o seu passado, o que a levou realmente até aquele lugar e, claro, nos mostrando o que houve de tão horrível no seu passado.

Além disso, nos será mostrado um pouco da história de Danton – um dos irmãos Vergamini – que não teve tanto destaque no primeiro livro. Dessa forma, Soresini consegue nos mostrar tudo o que precisamos saber da vida de cada um dos personagens, nos encantando com cada um a sua maneira.

O livro é longo, mas mesmo assim a história prende, uma vez que Luisa Soresini soube muito bem guardar o segredo de Michele por um bom tempo, mostrando muito pouco do seu passado, prendendo a nossa atenção. Ou então, por pura curiosidade, pois realmente nos coloca a “pulga atrás da orelha”, fazendo com que a gente leia até o final para saber tudo o que aconteceu e qual será o desfecho dessa história.

Também não podemos deixar de falar sobre a criatividade da autora. Criar um mundo em que monstros, bruxas, seres sobrenaturais e seres humanos convivem – não necessariamente em plena harmonia – é realmente fantástico. Para quem gosta de livros de fantasia, com certeza, gostará de “A Filha do norte”. Nele, é possível encontrar elementos criados pela autora de uma forma peculiar, mas que conversam entre si.

O Editorial

Um ponto a favor sobre a obra é a sua produção editorial. A capa é muito bem feita, bonita e de bom gosto, pois os diferentes tons de azul dão ainda mais destaque para a garota que está na capa. Além disso, a diagramação também é de bom gosto, pois a quantidade de texto está na medida certa, sem nos deixar cansar de ler.

O fato é que a Editora Arwen nos surpreende a cada livro lançado e vem trazendo livros muito bons e acertou ao publicar “A Filha do norte” Volume 2. Nesse livro, temos uma literatura fantástica voltado para os jovens, com uma escrita leve.

Com 524 páginas de muitas emoções, explosões, choros, essa história traz a redenção dos irmãos Vergamini e das bruxas do leste e do sul – que já falamos na outra resenha –, uma vez que esses irmãos só se tornaram o que se tornaram por causa delas.

Ao ler “A Filha do Norte” Volume 2, temos uma história linda de pessoas que mesmo e considerando fracas são fortes e as que se consideram fortes não o são. Um livro que vale a pena ser lido.