Considerado o melhor episódio da segunda temporada de Stranger Things, “O Devorador de Mentes” (The Mind Flayer) deu continuidade ao episódio seis, “The Spy”, que terminou com um demogorgon saindo do buraco para entrar no Laboratório de Hawkins.

Atenção: o conteúdo abaixo possui spoilers do oitavo episódio da segunda temporada de Stranger Things. Leia os outros reviews aqui

No final do episódio seis, descobrimos que Will (Noah Schnapp) é um espião para o Monstro das Sombras. Ele levou os soldados para uma armadilha e eles foram devorados por um exército de demogorgons, incluindo Dart, descoberto por Dustin (Gaten Matarazzo) no final do segundo episódio. No mesmo episódio, ficamos sabendo um pouco mais da história de Max (Sadie Sink) e, no episódio oito, depois que os pais dela retornam e não a encontram em casa, temos uma atitude agressiva por parte de Billy (Dacre Montgomery), que parece constantemente tentar ofender a mãe de Max, falando que a menina não é sua irmã.

No episódio oito, as situações deixadas em aberto no episódio seis e interrompidas pela história de Eleven (Millie Bobby Brown) no episódio sete, são respondidas. O chamado que atraiu o demogorgon e impediu que o mesmo entrasse no ônibus e atacasse Steve (Joe Keery) e as crianças, levou os monstros ao Laboratório de Hawkins, onde ao mesmo tempo Will atraia os soldados para a armadilha. Mas, agora, os monstros estão saindo para atacar todos que estão ali.

Com o ataque acontecendo Hopper (David Harbour) e o Dr. Owens (Paul Reiser) fogem pelas escadas enquanto o resto dos funcionários são atacados no elevador. Mike (Finn Wolfhard) percebe que precisam correr contra o tempo e para isso só há um jeito: colocar Will para dormir, uma vez que ele é o espião e sempre mostrará ao Monstro das Sombras onde estão. Aqui, temos novamente um ótimo trabalho de Noah Schnapp e Finn Wolfhard, que interpretam Will e Mike. Uma cena é crucial: Joyce (Winona Ryder) pergunta à Will quem ela é e ele – possuído pelo Monstro das Sombras – demora a responder, e a mãe superprotetora percebe que seu menino não mais está ali.

Hopper entra com o Dr. Owens na sala onde estão Joyce, Mike, Bob (Sean Astin) e Will, que foi apagado pela mãe. O policial pega o menino e eles começam a fugir, pois os demogorgons estão se aproximando. Eles se escondem na sala de controle, onde conseguem ver as filmagens das câmeras, até acontecer um blecaute geral no laboratório.

Após a cena envolvendo Billy e seus pais sobre a fuga de Max, Billy sai a sua procura. Lucas (Caleb McLaughlin) descobre, por Steve ter falado demais, que Dustin escondeu Dart e os dois começam uma discussão, envolvendo também o fato de Lucas ter contado para Max o que realmente aconteceu com Will. Steve escuta um som e eles começam a correr na direção dele, descobrindo que os monstros estão indo para o laboratório.

O único jeito de fazer a energia voltar para conseguir fugir é reiniciando manualmente o sistema e Bob se arrisca para tal tarefa. Munido de uma lanterna, um walk talkie e uma arma (que ele aprende a usar minutos antes com Hopper), ele pede ao policial que não esperem por ele quando as portas abrirem. Jonathan (Charlie Heaton) e Nancy (Natalia Dyer) chegam ao portão do laboratório, mas não conseguem abrir pela falta de energia, eles enxergam as lanternas de Steve e das crianças e se reencontram.

Bob começa a andar pelo laboratório para chegar no local indicado e, com sucesso, liga a energia novamente. Os outros conseguem acompanhá-lo pelas câmeras e do lado de fora as crianças, Jonathan, Steve e Nancy tentam entrar no laboratório. Bob abre as portas e os portões principais e retorna para espantar o monstro ligando o sistema de água. Nesse retorno, ele esquece sua arma, sendo orientado pelo Dr. Owens sobre as direções para escapar. Com o caminho livre, Bob sai do armário onde se escondeu, mas a queda de uma vassoura chama a atenção para sua fuga. Ele consegue chegar onde está Joyce e uns segundos de esperança podem ser vistos ali na cena, antes da porta se abrir e Bob ser atacado por demogorgons. Joyce assiste a toda cena (como se já não tivesse sofrido o suficiente) e Hopper começa a atirar, ganhando tempo para fugir e serem resgatados por Jonathan e Nancy. Hopper pega as outras crianças e eles fogem do laboratório.

O policial orienta a todos que fiquem na casa dos Byers e esperem por ajuda. Ele vai então checar Joyce, que está sentada sobre a cama chorando. Os dois apenas ficam em silêncio, é uma cena breve. As crianças estão na sala e conversam sobre Bob e Mike diz que a morte dele não pode ter sido em vão. Mike percebe que o Monstro das Sombras, o demogorgon, os túneis, tudo está conectado, e aí que surge a explicação para o Devorador de Mentes, que aqui é apresentado como um monstro de outra dimensão que considera a raça humana como inferior, e que é o cérebro de tudo – o que precisa morrer para derrotar os outros.

O único jeito de descobrir a fraqueza do Devorador de Mentes é falando com Will, pois ele está conectado ao Monstro das Sombras. Uma cena mostra Lucas e Dustin conversando sobre Max e o grupo, ao mesmo tempo Mike ainda é um pouco hostil com a menina enquanto ela fala de Eleven, pois ninguém ali além de Hopper sabe que Eleven ainda está viva.

Hopper acorda Will, que estava sedado para enganar o Monstro das Sombras. O monstro, através de Will se irrita ao perceber que está amarrado. Joyce começa a conversar com ele junto com Mike e Jonathan, mas depois Hopper percebe que Will está se comunicando por código morse. O único jeito de resgatar o filho parece ser pelas memórias familiares e aqui a excelente trilha sonora da série se faz presente, pois a cena acontece ao  som de “Should I Stay or Should I Go”  da banda The Clash. As crianças traduzem o que Will quer falar que é, na verdade, a resposta que eles tanto queriam. “CLOSE GATE”, em tradução, “feche o portão”, é o único jeito de derrotar o Devorador de Mentes. Mas, o telefone toca, e o monstro descobre onde eles estão.

Os últimos minutos, de arrepiar, mostram o que todos estavam esperando. Uma porta se abre e uma grande personagem retorna. É isso, pessoal, Eleven está de volta. Assim termina o melhor episódio da segunda temporada de Stranger Things, com um belo reencontro de Mike e Eleven.

Review: Stranger Things (S02 Cap08: "O Devorador de Mentes")
10Valor Total
Votação do Leitor 1 Voto
10.0