O final do oitavo episódio da segunda temporada de Stranger Things trouxe algo que todos esperavam a muito tempo, o retorno de Eleven (Millie Bobby Brown). A menina estava escondida há aproximadamente um ano e apenas Hopper (David Harbour) sabia disso. Agora, juntos, o grupo pode finalmente fechar o portal e trazer Will (Noah Schnapp) de volta.

Atenção: o conteúdo abaixo possui spoilers do nono e último episódio da segunda temporada de Stranger Things. Leia os outros reviews aqui

O nono episódio começa com o reencontro emocionante de Eleven e Mike (Finn Wolfhard). O rapaz diz que a procurou durante trezentos e cinquenta e três dias e ela, responde que sabia, até Hopper dizer que não deixou ela entrar em contato com ele. Mike, então, desconta sua fúria no policial, que resolve conversar com o menino a sós. Ele lembra também que quanto mais pessoas souberem de Eleven, em mais perigo ela está.

Eleven reencontra os amigos Lucas (Caleb McLaughlin) e Dustin (Gaten Matarazzo), até brinca sobre os dentes do amigo. Max (Sadie Sink) se apresenta para El, mas ela não é receptiva e ignora a menina para falar com Joyce (Winona Ryder). Ela pede para ver Will, que está deitado e apagado em seu quarto. Joyce se dá conta que quem abriu o portal, anteriormente, foi Eleven, e questiona se a menina poderia fechá-lo. Enquanto isso, outra cena mostra mais demogorgons saindo do portal.

Outra cena mostra Billy (Dacre Montgomery) na casa de Nancy (Natalia Dyer) e Mike, procurando por Maxine. Após um leve flerte com a mãe dos dois, Karen (Cara Buono) ela passa o endereço da casa dos Byers para o bad boy. Enquanto isso, na casa de Will, o grupo se reúne para pensar em como Eleven pode fechar o portal. Mas, a questão torna-se outra, pois eles percebem que se El fechar o portão, o exército do Devorador de Mentes irá morrer e Will é parte desse exército. Fechar o portal mataria Will. Joyce percebe que o único jeito é contrariar o que o monstro quer, e para isso é necessário queimá-lo (como mostrado no episódio seis, queimar o hospedeiro é o único jeito de matá-lo). Eles começam a se dividir para executar o plano, que inclui sair da casa dos Byers.

Eleven e Mike se despedem e a situação abre plano para um beijo, mas que é interrompido antes de acontecer por Hopper, que apressa a menina Mike, Max, Dustin, Steve (Joe Keery) e Lucas permanecem na casa enquanto os outros se dirigem para um lugar que Will não conheça e assim o monstro não possa reconhecer e alertar os demogorgons. Enquanto isso, Eleven e Hopper conversam sobre o que aconteceu, sua fuga e o reencontro de Jane com sua mãe. Aqui mais uma vez, a série apresenta o lado paternal de Hopper e menciona Sarah, a filha do policial que morreu. A cena é emocionante e envolve um pedido de desculpas de ambos os lados, com piadas sobre o novo look de Eleven.

Na casa dos Byers, Steve e Dustin colocam um demogorgon na geladeira de Joyce enquanto as outras crianças ajudam na bagunça da casa. Mike, porém, não aguenta ficar parado sem fazer nada e resolvem armar um plano para atrair os monstros e impedir que eles estejam lá quando Eleven fechar o portal. Steve, entretanto, é um pouco relutante. Max olha pela janela, percebe que Billy está chegando e que procura confusão. Steve recebe Billy e finge não conhecer Max, os dois jovens trocam algumas provocações e Billy acusa o mesmo de mentir. Porém, ele vê as crianças espionando na janela e a confusão começa ao empurrar Steve e entrar na casa, partindo em direção de Maxine. Billy pega Lucas pela roupa e o ameaça, mandando ele ficar longe de Max. Steve surge e bate em Billy, mandando-o ir embora, mas eles começam a brigar. Billy parece estar com a vantagem, mas Max de surpresa enfia em seu irmão uma seringa com o sonífero de Will. Temos uma reviravolta de Max, que pela primeira vez consegue criar coragem para não aceitar a dominação de Billy.

Nancy, Jonathan (Charlie Heaton) e Joyce chegam na casa onde Hopper estava escondendo Eleven e começam a deixar o lugar quente para expulsar o hospedeiro de Will. Eleven e Hopper chegam ao laboratório de Hawkins e a menina começa a ter uns flashbacks de seu pai. Steve acorda depois de ter apanhado de Billy e percebe que Max está dirigindo o carro, para seu desespero. Retornando ao outro núcleo, Will acorda e começa a manifestar-se pois o calor está causando incômodo. O plano está funcionando. As crianças e Steve começam a descer para o Mundo Invertido, na fazenda de abóboras. Enquanto isso, Hopper retorna para encontrar o Dr. Owens (Paul Reiser), que está feriado. Ele vê Eleven e David conta a verdade à ele, pedindo para que a ajude a ter uma vida normal, sem ser examinada e testada. No Mundo Invertido, o grupo encontra o ponto central e se prepara para colocar fogo em tudo e assim ganhar tempo para Hopper e Eleven na hora de fechar o portal.

Está ficando mais quente e Jonathan começa a questionar a temperatura, até Nancy perceber que as veias do pescoço de Will estão pretas. O hospedeiro está saindo do corpo do menino e Joyce, ao se aproximar, é enforcada pelo filho. Aqui o episódio se alterna entre as cenas de Will, Eleven e as crianças. Nancy consegue salvar Joyce queimando Will com uma ponta de ferro, as crianças queimam o Mundo Invertido e Hopper atira em alguns demogorgons para chegar ao portal com Eleven.

O monstro deixa o corpo de Will numa sequência de cenas de tirar o fôlego (e com a ótima atuação de Noah Schnapp ao longo da temporada). O vírus, contudo, sai pela porta e vai em direção ao céu, sendo observado por Nancy. Will finalmente se vê livre de tudo que sofreu, para a alegria de Jonathan e Joyce. Hopper e Eleven chegam ao portal e com o aval de Jonathan, começam a descer para fechá-lo. Enquanto todos estão correndo para fugir do Mundo Invertido, Mike tropeça e começa a ser pego pelos “cipós”, mas Steve consegue destruí-los com o taco. Um demogorgon chega de surpresa, Dustin percebe que é Dart. Todos começam a falar, mas o menino se aproxima do monstro mesmo assim, para oferecer a ele o chocolate com o qual costumava o alimentar. Dustin se despede do estranho amigo e continua a seguir com o grupo para sair de lá.

Eleven começa a fechar o portal e lembra de Kali (Linnea Berthelsen), sua irmã, que no episódio sete, “The Lost Sister”, a ensinou de onde tirar sua força. As crianças começam a sair do Mundo Invertido, mas os demogorgons começam a se aproximar de Steve e Dustin. Contudo, eles passam direto por eles, e os rapazes percebem que a amiga já está fechando o portal. Hopper atira em alguns deles enquanto Eleven começa a lembrar de seu passado, de seu pai e das vezes em que foi torturada no laboratório. Com tanta força, Eleven levita, e as luzes começam a ficar mais fortes. Ela fecha o portal e aqui temos um breve final feliz.

Um mês depois, o laboratório de Hawkins é fechado e o jornalista Murray Bauman (Brett Gelman) comemora. A morte de Barb ganha justiça, culpados e um funeral. Em outra cena, Hopper se encontra com o Dr. Owens em uma lanchonete e ele lhe entrega a certidão de nascimento de Jane. Ele pede que Eleven possa sair por apenas um dia, para ir a um evento que todos estavam esperando: o Baile de Inverno.

Joyce e Will dançam na sala enquanto Jonathan filma. A mãe de Mike o fotografa e ele tem a mesma atitude do Halloween, a de sentir vergonha e não ter muita paciência. Lucas fala com si mesmo no espelho e Érica, claro, está lá para fazer piada do irmão. A mãe de Maxine arruma seus cabelos e Dustin usa o famoso laquê da Farrah Fawcett para arrumar seu cabelo para o baile, segredo que Steve dividiu com ele no episódio seis. Steve o leva para o baile e dá conselhos para o rapaz. Dustin entra no baile e Steve observa Nancy, que está servindo bebidas, pelo carro.

Dustin encontra os amigos no baile e eles comentam sobre seu cabelo. A trilha sonora começa a ser mais lenta (Time After Time, de Cindy Lauper) e os meninos criam coragem para convidar as meninas para dançar. Lucas se atrapalha para falar com Max, mas ela toma a atitude de chamá-lo. Uma menina convida Will e com uma ajudinha de Mike, ele aceita. Dustin fica triste por ver Max e Lucas, mas tenta convidar outras meninas. Ninguém quer dançar com ele e Nancy percebe que isso o entristece, então ela toma a atitude de o convidá-lo após ver ele chorando no banco. Nancy ensina Dustin a dançar e eles conversam, ela diz que de todos os amigos de Mike, ele é o seu preferido, ela também dá conselhos ao menino.

Hopper e Joyce se encontram do lado de fora e dividem um cigarro, atitude que costumavam fazer quando estudavam juntos. Essa temporada abriu um arco para um envolvimento dos dois em próximas temporadas, com a morte de Bob no episódio oito. A trilha sonora muda para Every Breath You Take, do The Police, e mostra Eleven chegando no baile e encontrando Mike do outro lado do salão. Eles não sabem dançar, mas vão para a multidão assim mesmo. Lucas e Max se beijam, Eleven e Mike também, de maneira inocente e muito tímida.

A câmera gira para mostrar a escola no Mundo Invertido e em cima dela o temível Monstro das Sombras, cena que encerra a segunda temporada de Stranger Things. Os criadores da série revelaram a escolha da música de propósito, pois a canção fala sobre estar sendo observado a cada respiração.

Stranger Things 2 trouxe novo episódios repletos de ação, bons efeitos especiais e atuações muito boas. Fique de olho na crítica final que estará disponível aqui na Woo! Magazine.

Review: Stranger Things (S02 Cap09 - “O Portal”)
9.5Valor Total
Votação do Leitor 0 Votos
0.0