Review: The Walking Dead (S08 Ep06 – “The King, The Widow and Rick”)

Retomando os episódios anteriores, “The King, The Widow and Rick” vem para responder algumas perguntas deixadas em aberto por conta da lenta narrativa que a oitava temporada de The Walking Dead vem assumindo. Quer saber o que mais aconteceu no episódio? Continue acompanhando o review.

Atenção: a matéria possui spoilers do sexto episódio da oitava temporada de The Walking Dead. Leia os outros reviews aqui

O episódio começa com a continuidade das ações dos personagens ao longo desses cinco episódios. Os personagens trocam cartas entre si e contam o que aconteceu. Carol (Melissa McBride) escreve para Maggie (Lauren Cohan), Maggie para Rick (Andrew Lincoln), e Rick para Michonne (Danai Guirira) e Carl (Chandler Riggs). A visão de Rick é mais positiva que a das outras duas e uma decisão é tomada: em 48h, eles se reunirão no Santuário e de uma vez por todas, vão vencer essa guerra.

A primeira parada do episódio é em Hilltop, onde Jesus (Tom Payne) está distribuindo a comida dos moradores para os Salvadores que estão sendo feitos de refém. Ele é rapidamente repreendido por Maggie, enquanto Gregory (Xander Berkeley) acha que a farsa foi longe demais e que a solução é matar todos eles. No Reino, Carol tenta convencer Ezekiel (Khary Payton) à lutar, mas dado aos acontecimentos recentes, o esforço é em vão e ela parte sozinha.

Rick retorna ao lixão, sozinho, para confrontar Jadis (Pollyanna MacIntosh) mais uma vez, e tentar um acordo contra Negan (Jeffrey Dean Morgan). A certeza de que Alexandria, Hilltop e o Reino irão vencer a guerra é forte para o xerife, mas seu plano não dá certo. O que se torna contraditório aqui é: por que Rick foi buscar a ajuda do Lixão se deixa claro pra eles que pode derrubá-los com a quantidade de pessoas que tem? Porque o que acontece depois do firme não, acompanhado de um debochado “ele fala demais” que sai da boca de Jadis, não é bom para ele.

Em Hilltop, Gregory e Maggie tem uma conversa franca sobre a liderança do lugar. No episódio anterior, a atitude que ele teve foi mostrada em flashbacks antes do ataque do grupo de Rick. Em Alexandria, outros personagens começam a aparecer novamente, como Michonne (que NUNCA deveria ter sido deixada em segundo plano) e Rosita (Christian Serratos). Daryl e Tara (Alanna Masterson) conversam sobre a ajuda de Dwight (Austin Amelio) para o sucesso do plano. Como revelado no episódio piloto, era ele quem enviava informações para Daryl (Norman Reedus) sobre os esconderijos das armas dos Salvadores.

Rosita e Michonne, que estavam indo em direção ao Santuário, são surpreendidas por uma música no meio da estrada. As duas decidem investigar de onde está vindo o som. Carl, por outro lado, reencontra o homem que lhe pediu comida e água no primeiro episódio. Dessa vez, ele encontra o homem, que se chama Siddiq (Avi Nash), e faz as três perguntas clássicas para ele: “quantos zumbis você matou?”, “quantas pessoas você matou” e por quê.

Carol, que saiu sozinha pela floresta para voltar ao Santuário, é seguida por uma criança que manifesta desejo de lutar. É o menino loiro do episódio quatro, que deseja fazer vingança aos Salvadores que mataram sua família. Enquanto isso, novas ordens mudam tudo em Hilltop: Maggie permite a entrada dos Salvadores e coloca Gregory junto à eles. Aqui é importante mencionar que essa atitude pode mudar todos os planos que envolvem também Alexandria e o Reino, pois em Hilltop os cidadãos não tinham contato com os zumbis ou inimigos de maneira tão direta e, os Salvadores, em sua maioria, possuem conhecimento de luta e sobrevivência, para humanos e zumbis.

Michonne e Rosita, que estavam investigando de onde estava vindo a música, se deparam com um galpão, onde vozes falam de Negan e Rick. Após uma luta com os dois Salvadores, eles descobrem que o caminhão seria utilizado para afastar os zumbis da porta do Santuário. Tara e Daryl conseguem salvar o dia no último minuto.

Ezekiel, que sofre de uma crise existencial apresentada no quarto episódio “Some Guy”, agora escuta palavras motivacionais de Carol, que precisa do amigo no último combate entre os grupos. Agora, com a morte de Shiva e a perda de muitos no Reino, o rei não mais se enxerga em seu papel real. Carol, em duras palavras, confronta o amigo para continuar a interpretar o papel, mesmo que ele não se sinta mais assim, pois existem pessoas que ainda precisam enxergá-lo dessa maneira para continuar com esperança. Mas, ele não consegue.

Em Hilltop, Maggie começa a decidir o que deve ser feito sobre os Salvadores reféns, e confessa a Jesus que não pode deixá-los vivo. Enid e Aaron saem para ajudar no andamento do plano enquanto Daryl, Rosita, Michonne e Tara chegam ao Santuário. O problema é o final, onde Rick está sendo mantido refém por Jadis, o que é óbvio e não surpreende, afinal, por que ele foi ao lixão sozinho? Contudo, os outros não sabem disso. Como dar continuidade ao plano sem Rick? Parece ser a pergunta à ser respondida nos próximos episódios.

Review: The Walking Dead (S08 Ep06 - "The King, The Widow and Rick")
6Pontuação geral
Votação do leitor 1 Voto
8.0