O ano está acabando e certamente tivemos diversos títulos que chamaram nossa atenção, no que se trata de televisão. Nós, apaixonados por séries, podemos discorrer horas sobre as melhores séries do ano e claro, citar vários programas que fizeram sucesso. Essa lista aqui é diferente, é sobre as séries que são obrigatórias de se ter na lista ou fazer maratonas, independente do ano de lançamento, ou seja, essa é a primeira promessa do ano novo! Afinal, nunca é tarde pra colocar mais uma série na lista, né? E algumas estão na Netflix! Então confira a primeira parte das séries que você precisa assistir em 2018.

3%

A primeira série brasileira da netflix se passa num futuro pós apocalíptico onde os recursos básicos, como água, luz e comida, acabaram. Esse local, chamado de Continente, é onde mora a maioria da população que sobreviveu, um lugar muito pobre e miserável. Ao completar 20 anos, os jovens podem participar do Processo, uma seleção que os leva a um lugar melhor, chamado Maralto, onde a situação de vida é bem melhor e não falta nada. Com Bianca Comparato e João Miguel no elenco, “3%” é bem interessante ao abordar o conceito da meritocracia. A segunda temporada chega em 2018 e nos apresentará o Maralto, além de contar com novos nomes de atores já conhecidos da televisão.

Alias Grace

Baseada na obra literária de Margaret Atwood, “Alias Grace”  conta a história da irlandesa Grace Marks (Sarah Gadon), uma jovem condenada a prisão perpétua por uma assassinato. A trama se passa sobre o mistério se ela é ou não culpada, sendo analisada pelo Dr. Simon Jordan (Edward Holcroft). Tem no elenco também Anna Paquin (de True Blood) e procura tratar de temas fortes. Tem na netflix.

American Crime Story

A primeira temporada de “American Crime Story”  abordou o julgamento do ex-jogador de futebol americano O. J. Simpson, na época acusado de ter matado sua esposa, Nicole Brown. O caso chocou o mundo e teve uma adaptação televisiva, protagonizada por Cuba Gooding Jr., Sarah Paulson, John Travolta e David Schwimmer, que foi um sucesso. Agora, em 2018, a segunda temporada da série abordará o assassinato do estilista Gianni Versace. Em “Versace”  o elenco temos nomes como Édgar Ramirez, Ricky Martin, Penélope Cruz e Darren Criss. Tem a primeira temporada na Netflix.

Atypical

A netflix trouxe em 2017, “Atypical”, uma série que conta a história de Sam Gardner (Keir Gilchrist), um menino autista de 18 anos. É uma série bem sensível que mostra o dia a dia do jovem, sua maneira de enxergar o mundo, e também mostra a visão daqueles que o cercam, como sua família e sua psicóloga. A atuação de Keir já é suficiente pra prender o expectador a entender mais sobre pessoas como o Sam e a narrativa abre espaço para discutir sobre como respeitar o próximo e suas diferenças. Tem uma temporada na Netflix.

Big Little Lies

A HBO trouxe Nicole Kidman, Reese Witherspoon e Shailene Woodley para protagonizar a adaptação do livro de Liane Moriarty. “Big Little Lies” apresenta mães que levam seus filhos a mesma escola e falam de sua rotina doméstica, mas na verdade, elas possuem muitos segredos que revelam a verdade por trás de suas “vidas perfeitas”. Disponíveis apenas nos canais próprios ou streamings da HBO.

Black Mirror

Nunca é tarde para mergulhar no universo antológico criado por Charlie Brooker.  Ao promover o futuro tecnológico em seus episódios desconexos, “Black Mirror” é certamente uma série que merece atenção. Na trama, diversos assuntos são abordados sobre o uso da tecnologia, o lado bom e ruim. E a quarta temporada está chegando daqui há dois dias. Tem três temporadas na Netflix.

Colony

Protagonizada por Sarah Wayne Callies (“The Walking Dead” e “Prison Break”) e Josh Holloway (“Lost” e “Intelligence”), o cenário de “Colony” é Los Angeles depois de uma invasão alienígena que dividiu o estado em colônias. Will (Josh) e Katie (Sarah) são um casal que luta para recuperar o filho que foi separado deles e levado para outro lugar. Para isso, Will começa a trabalhar para o governador Alan Snyder (Peter Jacobson, de “House”), em troca de informações sobre seu filho, mas Sarah resolve seguir por outro caminho e se junta a oposição. Muito bem produzida e roteirizada, a série trabalha bem abordando o sobrenatural com um toque de política. Tem a primeira temporada na Netflix.

Dark

A primeira série alemã da Netflix começa com o desaparecimento de um menino em uma cidade. Esse mistério, que inicialmente parece um evento isolado, começa a se expandir mais e mais conforme segredos são revelados. Na verdade, os eventos estão se repetindo, então é preciso voltar e analisar o que aconteceu no passado, que não está tão esquecido assim. Sucesso de público e crítica, o suspense de “Dark” é o que garante seu êxtase, e vale a pena conferir.

Designated Survivor 

O secretário de urbanismo Tom Kirkman (Kiefer Sutherland) se torna o presidente dos Estados Unidos após uma bomba explodir o Capitólio. “Designated Survivor” mostra o dia a dia de Kirkman na Casa Branca, no meio do que parece ser um ato terrorista e mostra minuciosamente como tudo funciona por lá. Uma tentativa ousada que dá certo, a série prende logo no episódio piloto. É exibida semanalmente  na Netflix.

Doctor Who

O clássico cinquentenário da BBC mostra o Doutor, um senhor do tempo do planeta Gallifrey que viaja com a TARDIS e suas companions salvando o mundo e muitas vezes voltando na história. Pela primeira vez, o papel do Doutor será protagonizado por uma mulher, Jodie Whittaker (“Black Mirror”), que já entrou na trama no episódio exibido no último domingo (25), substituindo Peter Capaldi como o 12º Doutor.  “Doctor Who”, como já falamos, é um clássico e vale a pena ser assistido. Não tem na Netflix.

Dynasty

A nova trama moderna da The CW vem dos mesmos criadores de “Gossip Girl” e “The O.C.”, e chega conquistando o ambiente com mistérios e uma leve dose cômica. Em “Dynasty”, várias sub tramas são criadas, desde a nova madrasta da família Carrington até empresas rivais e viúvas amarguradas. Vale a pena conferir por todo o glamour artístico e pelos ótimos diálogos. É exibida semanalmente na Netflix.

Greenleaf

Criada por Oprah Winfrey, que também atua na série, “Greenleaf”  conta a história de uma família de pastores evangélicos no Memphis e a hipocrisia que difere o discurso passado para os fiéis com o que acontece na vida real. É uma série que trata de temas bem diversos, como assédio sexual e corrupção. Além disso, o elenco é todo negro, o que é ótimo quando observado do tema da representatividade. Tem duas temporadas na Netflix.

Lemony Snicket: A Series of Unfortunate Events

Baseado no livros de Daniel Handler, que usa o pseudônimo de Lemony Snicket, “Desventuras em Série” foi adaptado em um filme protagonizado por Jim Carrey. Transformada em uma série, a trama traz Neil Patrick Harris (de “How I Met Your Mother”) como o excêntrico Conde Olaf, que arma muitos planos para conseguir a guarda dos irmãos órfãos Baudelaire e também a herança deixada pra eles. Tem na Netflix.

Lucifer

Tom Ellis é o excêntrico diabo “Lucifer”, que resolve tirar umas férias em Los Angeles e acaba tendo seu caminho cruzado pela detetive Chloe Decker (Lauren German). Cômico na medida certa e com ótimas tiradas por parte do roteiro, a série brinca com a mitologia e explora o fanatismo religioso com bastante humor. Tem uma temporada na Netflix.

Acha que acabou por aqui? Fique de olho para a segunda parte da nossa lista!