Com estreia para 20 de setembro, a minissérie é diferente de tudo aquilo que já se viu

Para quem está curtindo o clima de suspense e ação em Justiça, pode se animar porque vem novidade por aí! Dando continuidade às noites de mistério na Globo, Supermax é promessa de inovação dos produtos já criados pela emissora.

Numa mistura de terror, ação, ficção científica e drama, a narrativa é inédita e transgênera. Imagine que, em um presídio de segurança máxima desativado no meio da Amazônia, 12 criminosos ficarão confinados em um reality show pra lá de assustador. Todos com um passado obscuro e lembranças fantasmagóricas que, hora ou outra, voltarão para testá-los.

Como em todo programa à là Big Brother, este também terá um apresentador que dará orientações aos participantes. Na estória, a função será executada por nada mais nada menos que Pedro Bial, carimbando, oficialmente, sua última participação como apresentador de reality show na TV brasileira.

E assim a narrativa se dará. Em meio a provas de resistência, estresse e o constante clima de suspense, os integrantes da trama terão de conviver com acontecimentos assustadores, sangue, ratos e seres misteriosos. Tudo isso para garantir o prêmio final: 2 milhões de reais.

A nova minissérie é uma criação de José Alvarenga Jr., Fernando Bonassi e Marçal Aquino, que garantem que será um novo padrão da TV brasileira, e conta com Mariana Ximenes, Cleo Pires e Erom Cordeiro no elenco. O formato já teve, inclusive, uma versão argentina, o que mostra o quanto se está apostando na novidade. Além disso, acontece neste final de semana o Brasil Game Jam, maior feira de games da América Latina e, entre as atrações, alguns jovens foram selecionados para desenvolver um jogo para Supermax.

Confira o trailer aqui: