O trilhando de hoje deixou as “rixas” de lado e foi visitar os hermanos. Em 10 dias na Argentina, mais especificamente na capital Buenos Aires, descobrimos um lugar cheio de beleza e diversão.

Conhecer outros lugares e culturas, é sem dúvida uma paixão da maior parte da população, mas nem sempre se torna um sonho possível devido aos altos custos e as burocracias para tal. Mas se tratando de  Buenos Aires, podemos perceber a quantidade de brasileiros que visitam a capital que é  bem conhecida por ser de fácil acesso. Em aproximadamente 3horas de vôo saindo do Rio de Janeiro e com apenas a carteira de identidade (em boas condições e na validade) chegamos na Argentina, sem falar do Peso Argentino, que é uma bela vantagem para nós, devido ao seu baixo custo comparado ao Real, o que acaba se tornando uma viagem relativamente barata e acessível .

Além de ser a capital, a cidade também é considerada a maior da Argentina e segunda maior área metropolitana da América do Sul, depois da Grande São Paulo. Cercada por pontos turísticos, atração é o que não falta na terra dos hermanos.
Buenos Aires  possui diversas opções de hospedagem, hotéis, pousadas, hósteis, albérgues, estes últimos com valor mais baix, mas ainda assim com uma qualidade ímpar. O hostel também se torna um fator positivo para praticar a língua local e fazer muitas amizades.
Com o caderninho de lugares “obrigatórios”, não deixe de conhecer a Recoleta, na Floralis Genérica, que é uma gigantesca escultura em forma de flor, construída inteiramente em aço e alumínio. Suas “pétalas” ficam abertas durante o dia e vão fechando à medida que vai anoitecendo. Belíssima!
buenos aires
Puerto Madero também é bastante falado na Argentina, se trata de um bairro nobre da cidade de Buenos Aires (me lembrou um pouco Barra da Tijuca) localizado na zona sul da cidade (perto do Centro e de pontos como a Casa Rosada) . Após passar por processo de revitalização, se tornou um dos bairros mais modernos (e caros) da cidade, sendo um centro financeiro e gastronômico.
A Puente de la Mujer (Ponte da Mulher) é um marco arquitetônico na América Latina e foi idealizada pelo mundialmente conhecido arquiteto espanhol Santiago Calatrava.
ponte-da-mulher-buenos-aires
Também em Puerto Madero, a Fragata Sarmiento é uma bela embarcação ancorada pertinho da Puente de la Mujer  construída em Liverpool na Inglaterra em 1897 e foi o primeiro navio-escola da Argentina. Atualmente, funciona como um museu, sendo possível visitar suas dependências.
buenos aires1
O Obelisco é um monumento histórico da cidade de Buenos Aires, foi erguido em 1936 na Praça da República, no cruzamento das avenidas Corrientes e 9 de julho, em comemoração ao quarto centenário da fundação da cidade.Projetado por Alberto Prebisch, um dos principais arquitetos do modernismo argentino.
buenos_aires_-_obelisco
Um dos mais importantes pontos turísticos de Buenos Aires é Caminito no Bairro La Boca . Caminito é uma uma grata surpresa, para quem é do Rio de Janeiro, lembra algo como a lapa, com muitos barzinhos com mesa nas calçadas, música, as ruas são bem coloridas e o clima muito tranquilo e agradável. Outro local super visitado neste bairro é o La Bombonera o estádio do Boca.
caminito-la-boca-buenos-aires-argentina
Buenos Aires é repleto de parques super charmosos, o Parque Tres de Febrero no bairro de Palermo é de visitação certa. A entrada é paga, mas vale a pena pela beleza imprecionante do local. O parque fica às margens de um lago onde se alugam pedalinhos e o acesso ao Rosedal ( como diz o nome é um belo jardim com várias espécies de rosas),  é realizado através de uma charmosa Ponte. O Jardim Japonês é um lindíssimo jardim, com lagos artificiais com peixes enormes, oásis de pedras, numerosos bonsais.
rosedal-1
Por fim, a capital da Argentina tem diversas atrações noturnas, bares, boates, muitos pontos turísticos (listamos apenas alguns) e deixa aquele gostinho de quero mais.
 Por Bruna Tinoco