Aos fãs saudosos de “Cássia Eller”, ainda há uma semana para assistir o musical em homenagem à cantora. Em cartaz no Teatro Bradesco, no Rio de Janeiro, a peça já foi assistida por mais de 150 mil espectadores após percorrer 27 capitais.

O musical destaca a vida pessoal e profissional da cantora que partiu no auge da sua carreira de 20 anos, com menos 40 de idade. O texto de Patrícia Andrade mostra de sua trajetória em Brasilia até sua explosão nacional, com entrevista de familiares e amigos que ajudam a reconstruir a vida de Cássia, mulher de poucas palavras, mas uma cantora de muitas.

A direção musical é de Lan Lanh que tocou durante anos com Cássia e tem propriedade total de sua obra. Já a direção geral ficou por conta de João Fonseca e Vinícius Arneiro.

“Esse espetáculo é focado no essencial, simples e teatral como a própria Cássia. Apenas cadeiras, os atores e os músicos.”

Explicou João em entrevista ao site G1.

Apesar de sua morte precoce, Cássia deixou um vasto repertório. O show ilustra quase 40 músicas da artista, como: “Do Lado Do Avesso”, “Por Enquanto” e “Relicário”. Os amigos, Nando Reis e Renato Russo, aparecem bastante no setlist da peça.

Selecionada entre mais de 100 candidatas, Tacy de Campos foi escolhida para viver Cássia devido à sua semelhança com a cantora e, ainda, impressionou logo de cara ao cantar “Por Enquanto” no teste. Conhecida pelo famoso topless no Rock In Rio em 2015, a atriz contou que a parte mais difícil de viver Cássia Eller é a maternidade, já que nunca foi mãe. O elenco traz ainda com Eline Porto, Emerson Espíndola e Evelyn Castro.

O musical tem duração de duas horas, e possui sessões de sexta a domingo, com duas no sábado. A classificação é 14 anos e os bilhetes podem ser adquiridos no site do ingresso rápido. Mas, atenção, ele só fica em cartaz até dia 30 de abril no Teatro Bradesco no Rio de Janeiro.


Por Carolina Gomes

CLOSE
CLOSE