Na próxima quinta-feira estreia uma nova série na TV Globo, “Vade Retro”. Com autoria de Fernanda Young e Alexandre Machado, os mesmos do sucesso “Os Normais”, essa nova comédia vai abusar do sarcasmo para entreter o público com uma história um tanto curiosa e repleta de referências demoníacas.

Celeste (Mônica Iozzi) é uma advogada que nunca tem clientes e tem uma relação fria com o noivo Davi (Juliano Cazarré), que a trai com a secretária dela. Ele conhece um palestrante e comenta que a noiva foi beijada pelo Papa João Paulo II em uma de suas visitas ao país quando ela ainda era criança. Isso a torna bastante interessante para este misterioso homem e ele resolve procurá-la a fim de dar entrada no divórcio do seu casamento. É então que o desenrolar da trama se inicia, o nome do sujeito é Abelardo Zebu (Tony Ramos), conhecido como Abel Zebu, o nome da esposa é Lucy Ferguson (Maria Luisa Mendonça) que numa junção originam o nome Lúcifer, e do filho é Damien (Enrico Baruzzi), que é o mesmo nome do filho do diabo no clássico filme de terror “A Profecia”. Celeste percebe os significados dos nomes e acha cômico, mas para Abel não tem nada demais, são apenas nomes e uma infeliz coincidência.

Aos poucos a jovem advogada e o ricaço empresário se tornam mais íntimos, o que causa estranheza ao noivo da moça e a mãe dela, que intitula a filha como “advogada do diabo”. A partir do momento que Abel se torna cliente de Celeste, sua  agenda fica lotada de indicações dele. Sendo assim, ela passa a desfrutar de um mundo de luxo com toda a sua inocência e sem desconfiar dos reais planos do charmoso “diabo”.

A série conta com o retorno de Mônica Iozzi às telhinhas, que havia conquistado o público como apresentadora do Vídeo Show, mas desde 2016 não estava no ar. Vai ser a grande oportunidade dela como atriz desde que é contratada da emissora e também uma forma de os telespectadores a verem atuando. O papel veio bem a calhar com ela, pois a mesma esbanja humor em suas participações em diversos programas e mesmo assim tem um rosto angelical que combina muito com a personagem.

A parceria do roteiro assinada por Fernanda Young e Alexandre Machado será uma nova aposta após o fiasco de 2013, “O dentista mascarado” que contava com Marcelo Adnet, Leandro Hassum e Taís Araújo no elenco e que não agradou o público e nem teve críticas positivas. Mesmo assim a expectativa é grande, já que a dupla também foi responsável pelas séries “Os Normais” e “Minha nada mole vida” que tiveram mais de uma temporada e trouxeram um humor único.

A série vai estrear na próxima quinta-feira e vai substituir o programa de grande sucesso “Amor e Sexo” que chegou ao fim de mais uma temporada. Algumas chamadas já estão sendo colocadas durante a programação da emissora e elas surpreendem pelor um tanto quanto macabro e cômico ao mesmo tempo. Lembrando que o talentoso ator Tony Ramos viverá um diabo e ele possui um histórico de conseguir dar vida a bons personagens. Bem, vamos aguardar para ver se realmente essa trama vai agradar.