A partir de hoje, a sede carioca da galeria Pinakotheke Cultural, em seu endereço na R. São Clemente, 300. Apresenta ao público uma das exposições mais aguardadas do ano na cidade. Trata-se de A Missão Artística Francesa e seus discípulos. Em comemoração aos 200 anos da chegada da missão artística francesa ao Brasil, em 1816.

Logo após a vinda da Família Real Portuguesa ao Rio de Janeiro, que neste caso fugia do avanço napoleônico, o dia 20 de março de 1816 marcou a chegada do grupo reunido pelo artista Joachim Lebreton e historicamente conhecido como a Missão Francesa. Foram os responsáveis por introduzir hábitos nos gostos populares da época com influências da Europa tanto pro universo artístico quanto cotidiano, como o mercado para a comercialização de escravos pra citar o exemplo mais marcante e que pode ser vista em aquarelas de cunho político que denunciam o tratamento absurdo, racista e preconceituoso dos visitantes colonizadores em relação aos negros na época do Brasil no período da monarquia. Triste saber que esse sentimento ainda faz parte da nossa construção social.   

A montagem de A Missão Artística Francesa e seus discípulos conta com documentos históricos, desenhos, gravuras, moedas, aquarelas, pinturas e esculturas de coleções privadas e públicas mas que dificilmente saem de suas reservas para exibição. Obras de Jean Baptiste Debret, Auguste Taunay, Grandjean de Montigny, Marc Ferrez, artistas que participaram da Missão e alguns que receberam os ensinamentos por parte dos artistas missionários como Manuel de Araújo Porto-Alegre, por exemplo.

nicolas-antoine-taunay-1755-1830_sacrifice-de-lagneau-cher

A curadoria e pesquisa ficou a encargo de Maria Eduarda Marques e Max Perlingeiro, diretor geral da Pinakotheke. Juntos levantaram, durante um ano, obras de acervos do Rio, como Instituto Moreira Salles, Museu Dom João VI – o qual localiza-se dentro da Escola de Belas Artes da UFRJ e vale a visita -, Museu Histórico Nacional, Museu Imperial – de Petrópolis -, Instituto São Fernando – de Vassouras -, a famosa coleção do casal Hecilda e Sergio Fadel. De São Paulo retiraram empréstimos do Museu de Arte de São Paulo (MASP), do Ceará trouxeram obras da prestigiada Fundação Edson Queiroz e do Recife o Instituto Ricardo Brennand.

A obra que vale a visita é o painél Himeneu Travestido Assistindo a uma Dança em Honra a Príapo, de autoria do pintor Nicolas Poussin, influência de toda a geração neoclássica francesa, nas passagens dos séculos XVII ao XIX. Segundo Perlingeiro: “Existe no Brasil essa única pintura de Poussin e não poderíamos deixar de mostrá-la ao lado das obras de Debret, 20 delas inéditas”.

jean-baptiste-debret-1768-1848_castigo-imposto-aos-negros-cha%cc%82timent-impose-aux-negre-qui-ont-le-vie-de-fluir-1826

A exposição deve ser visitada por fazer repensar as conexões, principalmente as obscuras, com o processo de construção da cidade do Rio de Janeiro. Apesar de pesquisadores e críticos como Mário Pedrosa possuírem razões para afirmar que não houve de fato uma missão artística convidada pela família real e sim uma comitiva que desembarcou aqui de modo livre e desimpedido apenas por discordarem do momento político que a sociedade francesa passava na época. A Missão Artística Francesa e seus discípulos, traz a baila recortes de questões culturais vigentes até hoje em nosso território.

nicolas-antoine-taunay-1755-1830_cena-mitologica

 

SERVIÇO

A Missão Artística Francesa e seus discípulos – Exposição comemorativa do bicentenário da chegada da Missão Artística Francesa (1816-2016)

Local: Pinakotheke Cultural Rio de Janeiro – Rua São Clemente 300, Botafogo

Abertura: 22 de setembro de 2016, às 19h30

Visitação pública: 23 de setembro a 26 de novembro de 2016

Horário: segunda a sexta-feira, das 10h às 18h, e aos sábados, das 10h às 16h.

Entrada gratuita

Visitas escolares poderão ser agendadas pelo telefone 2537-7566

Estacionamento gratuito no local

Por Michaela Blanc


Apoia-se

Show Full Content
Previous Roupas Esportivas
Next A força da mulher latino-americana na sétima arte

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close