A Fênix Filme vai lançar, no dia 1º de Dezembro, o filme “Sangue do Meu Sangue”, do diretor Marco Bellocchio.

A trama conta a história de Federico Mai, um jovem padre, que, no século 17, é chamado até um convento na cidade de Bobbio. Seu irmão cometeu suicídio e não pode ser enterrado em terreno sagrado, a não ser que sua amante, a freira Benedetta, confesse seus pecados, e salve assim a alma do morto. Nos dias atuais, um homem deseja comprar o monastério onde Benedetta foi torturada. No entanto, ele encontra habitando o local um velho conde e uma mulher cujo marido desapareceu.

“Sangue do Meu Sangue” foi premiado em Veneza e esteve na 40º Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, entre os dias 20 de outubro e 02 de novembro, com sessões lotadas.

Sangue do meu SangueOs filmes do diretor italiano Marco Bellocchio exploram as contradições políticas e sociais de seu país. Seus 50 anos de carreira estão ligados às complexidades e discrepâncias da história italiana. Seus trabalhos são conhecidos por serem politicamente engajados e por constantemente atacarem símbolos do conformismo italiano.

Nos anos 80, os filmes de Bellocchio se concentraram em aceitar um passado politicamente turbulento. Ele questionou ideologias e questões morais, e lutou para que as motivações de seus personagens fizessem sentido. Contrapôs o conflito entre a Igreja e a esquerda radical sem se alinhar com nenhuma das duas. Seus filmes compõem uma investigação rica, fascinante e humana sobre a vida italiana, tanto moderna quanto histórica.