• Data: 21 de agosto a 28 de Outubro
  • Horário: Todos os dias, das 9h às 21h, exceto às terças.
  • Local: Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo – CCBB SP
  • Endereço: Rua Álvares Penteado, 112 – Centro. São Paulo -SP
  • Ingressos: Entrada Franca
  • Classificação: Livre
  • Informações: Acesso ao calçadão pela estação São Bento do Metrô
  • Produção: Artepadilla
  • Curadoria: Emmanuelle de l’Ecotais
Com curadoria de Emmanuelle de l’Ecotais, especialista no trabalho do artista e responsável por seu Catálogo Raisonée, a mostra irá ocupar o CCBB SP e será dividida em duas categorias. A primeira trata da fotografia como um instrumento de reprodução da realidade, focando-se em seus famosos retratos – seu ateliê era uma referência entre a vanguarda intelectual que circulava pela Paris da década de 1920 – , nos ensaios para a grife de Paul Poiret e em fotos para reportagens. Já na segunda, outro lado se revela: o da manipulação da fotografia em laboratório com o intuito de criar superposições, solarizações e “rayografias”, um termo criado por Man Ray (do inglês “rayographs”), em alusão a si mesmo. Assim, portanto, ele inventa a fotografia surrealista.